Assadura em Bebê – O que Fazer para Prevenir & Como Tratar seu Bebê!

A assadura em bebê incomoda muito os pequenos e deixa as mamães de cabelo em pé, principalmente as de primeira viagem que não tem certeza de como tratar e como aliviar o incomodo.

As assaduras aparecem principalmente por causa do uso de fraldas, mesmo com uma boa higiene ainda pode ser que apareça assadura em bebê, na maioria das vezes não é falta de cuidados.

Se você tem dúvida sobre como tratar assadura em bebê, vamos te ajudar. Nesse post vamos ensinar como tratar esse problema, como prevenir e tirar todas as suas dúvidas a respeito desse assunto.

Sobre a Assadura em Bebê

Muitas mamães de primeira viagem tem medo de não reconhecer a assadura em bebê logo de primeira e acabam fazendo com que o problema se agrave. A boa notícia é que é impossível não perceber que o bebê está assado e logo no primeiro momento do tratamento o bebê já sente a pele aliviada.

Assadura em bebê Assadura em bebê

O que é?

A assadura em bebê pode aparecer de várias formas diferentes: pele vermelha, com aspecto ressecado, úmido, com brotoejas e em casos mais severos pode minar líquido e apresentar pontos de pus.

Assadura em bebê

Essa irritação aparece principalmente na parte genital, nas dobrinhas do bumbum e na região do ânus. Essas partes do corpo do bebê ficam abafadas por causa do uso constante da fralda e pode ser ainda pior se os pais não trocarem a fralda assim que perceber que o bebê está molhada.

É um problema simples de ser tratado no início, mas sem a devida atenção pode evoluir para uma infecção bacteriana ou uma micose, como é o caso da candidíase.

Assadura em bebê

A assadura em bebê geralmente evolui para candidíase quando a crianças está tomando antibiótico. O antibiótico mata muitas bactérias boas do nosso organismo, isso faz que com que proliferação de fungos fique descontrolada. Essa micose começa com pequenos pontos vermelhos e vai se espalhando até formar uma placa vermelha.

Na infecção bacteriana a ação é um pouquinho diferente. Ela começa com pontos amarelos, parecidos com espinhas até formar placas amarelas. Esse tipo de infecção na pele pode vir ou não acompanhada de febre. Tanto na caso de candidíase como se infecção é necessário consultar um pediatra para que o bebê seja medicado da maneira correta.

Vale lembrar que assadura em bebê não aparece apenas na região da fralda, embora esse seja o mais comum. Nas regiões mais quentes do Brasil e em bebê com muitas dobrinhas a assadura pode aparecer nesses cantinhos que ficam fechadinhos e úmidos.

Quais as Causas?

O que mais causa assadura em bebê é a umidade. Os recém-nascidos fazem muito xixi e defecam com certa frequência durante o dia. Muitos pais se cobram quando as assaduras aparecem, mas nem sempre é falta de cuidado, a meta é deixar o bebê sempre seco, mas sabemos que nem sempre é possível trocar na hora ou perceber que ele está molhado.

Assadura em bebê

Assadura em bebê

Mesmo as fraldas mais caras e com mais tecnologia de absorção não conseguem realmente deixar a pele do bebê seca. Nesse aspecto, as fraldas de pano são mais indicadas, pois reduz o aparecimento de assadura em bebê.

Além da umidade, devemos considerar a sensibilidade da pele do bebê. Algumas crianças tem alergias á determinadas marcas de fralda, por isso é bom testar.

Em bebês a partir dos 6 meses a assadura pode aparecer depois de uma diarreia ou problemas alimentares.

Como Prevenir?

O primeiro passo para prevenir a assadura em bebê é cuidar para que a criança esteja sempre sequinha. Confira se o bebê está molhado a cada uma hora e se possível deixe a criança sem fralda pelo menos uma hora por dia para que a pele possa respirar. É importante que seja um ambiente fácil de limpar, caso ela faça xixi ou cocô sem a fralda.

Assadura em bebê
Se atentar ao tipo de produtos utilizados para higienização do bebê é um ponto importante a ser considerado para prevenir as assaduras.

Ao limpar a fralda tome cuidado para deixar o bebê realmente limpo e sequinho. Se for necessário, é melhor dar um banho rápido que fechar a fralda com alguma sujeirinha.

Evite deixar a fralda muito apertada. Com o tempo você vai descobrir como deixar a fralda mais soltinha para a pele respirar sem que ela vaze.

Sempre após o banho aplique uma camada fininha de pomada anti assadura, como é o caso das pomadas com zinco. Nunca use talco, pois o bebê pode aspirar o pó e ter problemas respiratórios.

É sempre importante verificar se a causa da assadura é alérgica. Teste marcas de fralda, inclusive faça um teste com fralda de pano, com elas a pele respira melhor. Se já usa fralda de pano, lave sempre com sabão de cocô para não causa alergia.

Quando o bebê estiver na faze de comer alimentos sólidos como papinha, apresente poucos alimentos de cada vez para verificar se ele tem alguma alergia alimentar. Também é importante evitar usar amaciante nas roupas das crianças.

Assadura em bebê

Muitos pais não se atentam a necessidade de sempre verificar a data de validade das fraldas descartáveis. As fraldas tem uma série de produtos para absorver o xixi e minimizar os odores, por isso fora da validade pode apresentar fungos e bactérias, causando irritação na pele do bebê.

Como Tratar a Assadura em Bebê

Quando a assadura em bebê está em estágio inicial não há necessidade de procurar um pediatra. O médico deve ser consultado se a assadura apresentar pontos amarelos de pus ou se depois de uma semana com o tratamento que vamos indicar não apresentar nenhuma melhora.

Tudo que falamos para prevenir a assadura deve ser mantido também no tratamento. Tomar sol sem fralda é ótimo para ajudar na cicatrização. São apenas quinze minutinhos por dia sempre depois das três horas da tarde.

Depois de dois dias usando pomadas antiassaduras já é possível observar a vermelhidão sumindo. Use pomadas a base de óxido de zinco, calêndula,  Vitamina A, vitamina D, óleos e lanolina. Nunca use pomadas que tenham corticoide da fórmula antes de consultar o pediatra.

Além de consultar o médico, é importante verificar o que pode estar causando alergia na pele do bebê, principalmente se a assadura se estender para além da região da fralda. Pode ser alergia do shampoo, do sabonete, do lenço umedecido e até mesmo do tipo de pomada para assadura utilizada. É importante ir testando, pois apenas na consulta o pediatra pode não encontrar a solução, afinal, ninguém conhece melhor o bebê que os pais.

Ainda tem alguma dúvida sobre cuidar e prevenir assadura em bebê? Tem alguma dica boa para cuidar de assadura que não citamos no post? Deixe o seu comentário.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.