Cólicas em Bebês: 10 dicas para aliviar as dores do seu filho!


Uma das dificuldades mais comuns que os pais encontram ao ter um bebê é identificar do que o filho precisa. Fome, sono, dores, necessidades básicas, etc. Várias podem ser as razões para que a criança esteja chorando. É claro que após um tempo, se torna mais fácil reconhecer as necessidades do bebê. Mas se você ainda sente insegurança com relação à isso, não se preocupe, pois neste post vamos te dar várias dicas para identificar uma das complicações mais comuns nessa fase: as cólicas em bebês.

Quais as Causas e Sintomas?

Bebê chorando.

As cólicas são extremamente comuns, já que aproximadamente 20% das crianças tem esse problema. Elas acontecem principalmente entre o primeiro e o terceiro mês de vida e podem aparecer em meninos e meninas, sejam eles alimentados com leite materno ou mamadeira.

A cólica no recém-nascido não chega a ser considerada uma doença, mas isso não significa que seja menos incômoda. Não existe uma razão certa para que esse problema aconteça, mas alguns fatores podem desencadear essas dores. Uma das causas mais comuns tem relação com a mudança na alimentação, pois como o bebê passa a se alimentar de forma diferente, o processo digestivo fica mais acelerado. Além disso, segundo especialistas:

O sistema digestivo da criança ainda é muito novo e essa inexperiência traz dificuldades no processamento do alimento. Por esse motivo ocorrem contrações no intestino do bebê, fazendo com que as paredes do órgão se encolham e relaxem de forma descontrolada. Esses movimentos reflexos podem dar gases e, consequentemente, cólica.

Para identificar se seu bebê está com cólica, você deve manter a calma e prestar atenção em alguns sinais:

  • Choro intenso e constante, podendo durar horas.
  • Perceba se ele encolhe as pernas até a barriga, arqueando as costas.
  • Caretas, rosto vermelho e contorção.
  • Eles também podem soltar gases durante o choro.

Agora você já sabe quais são os sintomas das cólicas em bebês, mas, ao reconhecê-las, o que fazer para que elas não ocorram?

Como Prevenir?

Para que seu bebê não sinta dores devido à cólica, existem algumas coisas que você pode fazer. Os médicos afirmam que elas aparecem sempre nos mesmo horários, então ao perceber que está chegando próximo da hora, você pode levar seu filho a um ambiente calmo, para que ele passe por esse momento com tranquilidade.

Bebê deitado de lado.

Durante a amamentação, preste atenção se o neném não está engolindo ar enquanto se alimenta, pois as bolhas de ar, ao chegar ao intestino, aumentam as chances do bebê ter cólica. Caso o recém-nascido tome fórmulas, é possível que as dores sejam causadas por uma reação alérgica ou intolerância à alguma substância presente no leite em pó. Se esse for o caso, o pediatra pode receitar uma nova fórmula. Além disso, os pais também devem estar atentos para perceber se o intestino do bebê está preso ou não. Caso perceba que seu filho está sentindo dificuldades para evacuar, entre em contato com o pediatra.

Bebê no colo de um homem.

Outra dica é para que a mãe preste atenção na própria alimentação. Não é provado cientificamente, mas existem relatos de que a dieta da mamãe possa ter relação com as cólicas do bebê. Portanto, se você perceber que quando consome algum alimento específico, seu filho sente dores, é bom evitá-lo.

O que Fazer? 10 Formas de Aliviar Cólicas em Bebês

Bebê chorando.

Você ficou atenta a todas as dicas acima, mas mesmo assim percebeu que seu filho está com cólica? Não se preocupe que as 10 dicas abaixo certamente irão te ajudar a aliviar as dores da criança.

Ilustração com uma mãe segurando seu bebê no colo com a barriga para baixo.

 

Ilustração que ensina a massagem que deve ser feita para reduzir as cólicas em bebês.

As massagens são uma ótima forma de aliviar as cólicas em bebês.

  1. A primeira coisa que você deve fazer é ficar calma. O bebê sente seu nervosismo e isso pode fazer com que as dores se intensifiquem.
  2. Dê carinho para ele e tente fazer com que ele se acalme, pois ao chorar, ele pode engolir ainda mais ar, o que piora a cólica.
  3. Faça massagem na barriguinha do bebê em movimentos circulares.
  4. Pegue ele no colo de barriga para baixo.
  5. Aqueça a barriga dele com a sua própria pele.
  6. Você também pode usar um pano ou bolsa de água quente para aquecer ele, só tome cuidado com a temperatura, para não queimar a pele do neném.
  7. Fique com seu filho(a) em um ambiente calmo, de preferência com luz baixa. Você pode até colocar uma música relaxante ou cantar para ele.
  8. Deixá-lo na posição vertical também pode ajudar. Tente colocá-lo no carrinho ou no canguru.
  9. Exercícios também ajudam muito. Basta colocá-lo deitado de barriga para cima e flexionar suas pernas sobre o abdômen. Você também pode fazer o movimento de pedalada com as perninhas.
  10. As vezes, a cólica pode passar mais rapidamente se for o pai quem estiver massageando e acariciando o bebê, pois o corpo dos homens geralmente possui uma temperatura mais elevada que o das mulheres.

Pai encostando a sua testa na testa do seu bebê.

O que não fazer!

Não use chás para aliviar cólicas em bebês. Eles podem dar ainda mais dor caso o sistema digestivo ainda seja imaturo. Além disso, eles pode trazer apenas um efeito calmante, mas que não resolve as dores da criança. Sempre que quiser incluir algum alimento ou bebida diferentes à dieta do seu filho, converse com o pediatra.

Mãe encostando seu nariz no nariz da sua filha.

Com certeza após esse post você não vai mais sentir dificuldades para saber se seu filho está com cólicas ou não. E se estiver, já tem um guia completo para resolver esse incômodo! Se você tiver alguma outra dúvida ou dica de como acalmar o bebê e aliviar as dores da cólica, que tal contar pra gente aqui nos comentários?


Mais Dicas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *