Desmame – Como Fazer Corretamente & As 5 Dúvidas Mais Frequentes!

Muitas mamães tem dúvidas sobre como fazer o desmame da maneira correta sem causar nenhum trauma para o bebê, principalmente as mamães de primeira viagem.

O desmame consiste em um processo em que a criança para de se alimentar por meio do leite da mãe e começa a consumir todos os nutrientes necessários através dos alimentos como frutas, legumes, verduras, grãos e proteínas.

Se antes o desmame era feito passando pimenta ou algo amargo no mamilo para que a criança deixasse de querer, hoje sabemos que esses métodos são traumáticos e há formas mais tranquilas de passar por esse processo. Pensando em te auxiliar para fazer o desmame de maneira certa fizemos esse post especial com todas as dicas que você precisa para ter sucesso nessa missão e ainda preparamos um passo a passo completo.

Desmame: Dúvidas Frequentes & Respostas

Algumas dúvidas sobre desmame são mais frequentes como: quando começar o processo, quais os cuidados necessários, quais são os riscos e quais as possíveis reações do bebê. A seguir você vai conferir as respostas para todas essas dúvidas.

Quando Desmamar o Seu Filho?

Saber quando começar o desmame do bebê é a principal dúvida das mamães, mas a verdade é que não existe uma data correta. De acordo com a Organização Mundial da Saúde a recomendação é que o bebê seja alimentado exclusivamente com leite materno até completar 6 meses. Depois, a alimentação com leite materno deve ser combinada com outros alimentos até os dois anos ou mais. Esse prazo é indicado para que o bebê desenvolva bem o seu sistema imunológico, já que o leite materno é muito rico e tem tudo que ele precisa.

Passando de dois anos a mamãe tem uma decisão a tomar: escolher começar o desmame ou esperar que a criança não tenha mais interesse em mamar. Nos dois casos não tem certo ou errado, embora muitas pessoas deem palpites a respeito desse assunto, a mamãe deve se sentir confortável para desmamar o bebê da maneira que achar melhor.

Desmame mãe amamentando e dando alimentando saudáveis

No desmame que é definido pela criança não existe um calendário, tudo depende das reações da criança. A mamãe deve avaliar se o pequeno está pronto fisicamente e emocionalmente para começar o desmame, ninguém melhor que a mãe para estar em sintonia com a criança para saber qual o momento certo.

A criança dá alguns sinais de que está pronta para desmamar: não tem tanto interesse pelo peito, prefere brincar a mamar, fica impaciente na hora da mamada, pede menos o peito e começa a pedir outros alimentos no horário que estava habituada a mamar. Esses são alguns dos sinais, mas como já dissemos, a mãe é a melhor pessoa para avaliar.

Desmame bebê comendo alimentos sólidos

Desmame bebê tomando mamadeira

O desmame escolhido pela mãe é um pouquinho diferente. Muitas mães não amamentam até a criança perder o interesse por diversos motivos: problemas de saúde, necessidade de voltar ao trabalho, incompatibilidade de horários ou mesmo por considerar que aquele é o momento ideal.

Mesmo sendo definido pela mãe desmamar  o bebê deve ser feito de forma gradual para não causar traumas na criança. É um processo que exige muito carinho e paciência, algumas crianças aceitam melhor que outras, podendo levar de uma semana a seis meses para fazer o desmame por completo.

Para a criança desmamar é um momento de despedida, mas é importante ter muito carinho para confortar. Na hora que seria para a mamada é ideal brincar ou ler para a criança, assim você mantém o elo da amamentação com outras atividades.

Desmame bebê conhecendo os alimentos

Quais Cuidados Tomar?

Oferecer outros alimentos para a nutrição da criança e fazer o desmame de forma gentil para que não haja traumas.

Para aprender receitas maravilhosas de comidas para dar ao bebê, confira o post que preparamos com 12 receitas incríveis de papinhas doces e salgadas para deixar o bebê bem alimentado e nutrido!

Desmame bebê tomando leite de vaca na mamadeira Desmame bebê tomando mingau de colher

Como o Bebê Pode Reagir?

O desmame geralmente é difícil tanto para a mamãe quanto para o bebê, pois é o fim do elo da amamentação. Para a criança é um momento de aprendizado e também pode ser doloroso, pois a amamentação é um momento de carinho. Muitas crianças procuram o peito mais por necessidade de conforto do que de alimentação propriamente.

Desmame bebê aprendendo comer comida sólida

A criança pode ficar mais manhosa e chorona, por isso é necessário buscar maneiras para distraí-la. É comum que a criança fique mais irritada e com dificuldades para dormir, justamente por isso o processo é gradual.

Todos esses comportamentos são normais, mas é necessário ter paciência e dobrar a atenção com o pequeno.

Algumas mamães amamentam em livre demanda, o que pode ser exaustivo e não compatível com a rotina de trabalho, por exemplo. Em alguns casos apenas cortar a livre demanda por ser o suficiente para adaptar a rotina e dar mais tempo para que o bebê fique emocionalmente pronto para desmamar.

Desmame bebê comendo frutas amassadas

A criança pode ter dificuldades em aceitar outros alimentos, mas quando ela realmente tiver fome o interesse pela alimentação irá aparecer. A negativa para os alimentos só é preocupante se durar mais de um dia sem aceitar absolutamente nada. Desmame bebê mamando

Existem Riscos?

O desmame feito na idade adequada e seguindo todas as dicas para não ser um processo traumático não apresenta riscos para o bebê.

Por outra lado o desmame precoce coloca em risco a saúde da criança. Desmamar a criança precocemente está associado aos seguintes problemas de saúde:

  • Anemia
  • Maior disposição para desenvolver diabetes tipo I
  • Diarreia aguda
  • Deficiência de ferro
  • Pneumonia
  • Broncopneumonia
  • Asma
  • Infecções
  • Bronquite

Desmame mãe amamentado o filho Desmame bebê tomando leite no copo Desmame bebê tomando suco de frutas

Como Fazer o Desmame Corretamente?

Para fazer o desmame corretamente é necessário seguir algumas dicas. A primeira e mais importante é não interromper o aleitamento de uma hora para outra. O processo deve ser gradual, até porque se parar de amamentar repentinamente os seios podem ficar cheios de mais e até provocar uma mastite. Além disso, vai ser muito traumático para a criança.

Quer saber mais sobre leite empedrado? Confira o post que preparamos com todas as informações a respeito desse problema!

É necessário que para a criança a amamentação é mais que alimentação, são momentos de conforto e carinho com a mãe. Tendo isso em mente é muito importante ter paciência, principalmente se o seu bebê não mostra os sinais que está pronto para o desmame que mostramos no início desse post.

O desmame exige preparação. Evite começar o processo quando a vida da criança estiver muito agitada por algum motivo, como início na creche, doença ou mudança. É preciso que tudo esteja confortável e a rotina seja a mesma que a criança já está acostumada. Experimente aplicar os seguintes métodos:

  • Pare de oferecer o peito, mesmo que seja a hora da mamada. Se a criança estiver distraída ou esquecer, não ofereça. Se no meio da mamada ela ficar distraída, pare de amamentar.
  • Peça para que outro membro da família comece a alimentar a criança, assim ela irá parar de associar a alimentação com a mãe.
  • Comece a dar leite no começo usando um copo comum ou copo de transição.
  • No horário da mamada ofereça outros tipos de alimentos.
  • Comece a atrasar as mamadas, mesmo a criança pedindo o peito. Adie o máximo possível e mantenha o seu bebê distraído.
  • Diminua o tempo da mamada. Se o seu filho é acostumado a mamar por 20 minutos, diminua para 10 minutos. Quando ele se acostumar, reduza para 5 minutos.
  • Amamente em um mesmo local sempre. Como a mãe amamenta em qualquer lugar da casa, isso faz com que a criança procure pelo peito com mais frequência. Fazendo isso em um só local faz com que a criança só pense em mamar quando a mãe estiver ali, assim reduzindo a procura.
  • Converse com o seu filho. Muitas vezes pensamos que eles não entendem por conta da idade, mas na verdade uma conversa pode ajudar muito.
  • Faça trocas com a criança. Explique de maneira simples que as mamadas ficarão mais limitadas, mas que ele poderá beber leite no copinho. Ofereça passeios e momentos de diversão para que ele veja o lado positivo de parar de mamar.
  • Se a criança demonstrar muita resistência em relação ao desmame talvez seja necessário repensar se esse é o momento certo. Pode ser que a criança ainda não esteja pronta e que o processo esteja sendo traumático.

Gostou de aprender tudo sobre desmame? Ainda tem alguma dúvida? Deixe o seu comentário.