Lista de Material Escolar – 12 Dicas de Como Organizar & Economizar!

Para quem tem filhos, todo início de ano é a mesma coisa, matrícula escolar e em seguida uma imensa lista de material escolar. E é essa lista que assusta, afinal são tantos itens que surpreendem e chegam a pesar no bolso.

E se a ideia é estar preparado para receber a lista de material escolar, existem diversas dicas que podem ajudar a economizar e até se organizar para comprar o material da melhor maneira, otimizando os custos e deixando tudo mais prático.

Então, antes de se assustar com a lista de material escolar, é hora de ver as dicas e aprender como passar por esse momento com mais tranquilidade.

dicas

 

Lista de Material Escolar: Como Organizar e Economizar

Reveja Materiais Antigos

O fato de jogar tudo fora ao final do ano não está com nada para o bolso ($$$) e para o meio ambiente.

A ideia é que ao terminar de um ano letivo, você possa verificar o que ainda está em ordem e perfeito para o uso no ano seguinte, como um estojo, lapiseira e até mesmo uma mochila escolar.

Esses itens podem ser reaproveitados para a nova lista de material escolar e assim já é possível economizar com a compra dos novos materiais.

Alguns materiais do ano anterior podem ser reaproveitados

Negocie com as Turmas Anteriores

É comum que os colégios repitam as listas escolares de um ano para o outro para as turmas equivalentes, sendo assim, dá para procurar os pais das turmas anteriores para negociar materiais específicos, como livros.

Ex: Caso seu(sua) filho(a) esteja indo para o 5º ano, procure os pais dos alunos que estão indo para o 6º ano e verifique se a lista de livros indicados no ano deles é igual a que seu(sua) filho(a) recebeu. Caso tenha equivalência em algum livro, vale a pena comprar o livro usado e em bom estado, afinal o desconto do usado vale bem mais a pena que comprar um novo.

Além disso, você também pode aproveitar para vender os materiais do seu filho nas outras turmas, fazendo assim um dinheiro extra para comprar os novos itens da lista de material escolar.

dicas para economizar
Compre e venda livros usados

Compre em Volume

Depois de receber a lista de material escolar, converse com os outros pais da sala do(a) seu(sua) filho(a) e combine de realizarem a compra dos materiais básicos juntos.

Essa ideia de reunir mais gente é ideal para negociar a comprar em volume maior, já que as lojas costumam conceder maior desconto nas compras com mais volume.

Nessa dica, vale também comprar materiais em caixas fechadas, como uma caixa de caneta, o que costuma deixar o valor unitário mais barato e assim todos economizam.

compra em volume
A compra em volume costuma sair mais barata

Faça Orçamentos

A lista de material escolar costuma ser sempre imensa e repleta de itens e isso influencia no valor final, que tende a ficar caro.

Sendo assim, não dá para abrir mão de pesquisar preços. Ao invés de ir apenas a papelaria do bairro, entre em contato com várias papelarias e envie e-mail com a lista de materiais pedindo o orçamento.

Ao receber os orçamentos você irá notar que os preços variam bastante, e assim dá para analisar onde é melhor de fazer a compra.

tabela de orçamentos
O mesmo material pode variar bastante de uma loja para outra

Negocie a Forma de Pagamento

Saber negociar pode ser o grande segredo para economizar na lista de material escolar infantil.

Durante a compra peça desconto nos itens e não se esqueça de negociar a forma de pagamento, que pode gerar um descontinho extra com o pagamento à vista.

Caso, o pagamento à vista renda um bom desconto, vale a pena aderir. No caso das lojas não darem desconto à vista, mas permitirem a opção de parcelamento, uma boa estratégia é usar um cartão de crédito que permita adiantar as parcelas com desconto, assim você pode pagar no máximo de vezes de parcelas sem juros e depois adiantar as parcelas do cartão para conseguir desconto.

E para ter esse poder de negociar no pagamento à vista, uma boa dica é fazer uma poupança durante todo o ano para essa compra específica. Guarde mensalmente dinheiro para fazer as compras dos materiais escolares, e no início do ano esse gasto não vai pesar no orçamento mensal.

preços e pagamentos

Reorganize a Lista de Materiais

As lista de material escolar costuma trazer itens de todos os tipos, como livros, cadernos, e até materiais como algodão para as atividades de artes.

Neste caso, a dica é separar os materiais de acordo com as lojas onde podem ser encontrados – livraria, loja de materiais para artesanato, papelaria, e até lojas populares que vendem de tudo.

Vá a cada loja fazer o orçamento, já que muitas vezes o valor total da lista acaba saindo mais em conta que comprar todos os itens em uma grande papelaria que vende de tudo.

 

Pesquise na Internet

Uma grande ferramenta e que pode ser aliada para a lista de material escolar é a internet.

A internet é uma ferramenta prática e que traz várias opções de lojas online, assim dá para pesquisar os preços online e até montar orçamentos nesses e-commerce.

Depois de pesquisar o material em lojas online, verifique o orçamento nas lojas físicas e compare qual vale mais a pena.

Ah, e se optar pela compra online, programe-se para fazer isso com antecedência, afinal sempre existe o prazo de entrega para a compra.

compras online
A compra pela internet pode ser mais rápida e mais barata

Não Se Prenda Apenas a Marca

É claro que você quer comprar um material escolar de qualidade para o(a) seu(sua) filho, mas a marca mais cara nem sempre é a melhor opção.

Além de pesar no bolso, lembre-se de que muitas vezes as crianças vão perder ou misturar os itens com os materiais dos outros amigos. Por isso, considere várias opções de marcas, afinal existem produtos de qualidade e com preços mais “camaradas”.

Ah, e para as crianças menores, o ideal é etiquetar todos os materiais, assim as crianças não irão perder os itens.

como escolher
Veja todas as possibilidades de marca e preços

Não Deixe as Compras Para a Última Hora

Saber o período certo para comprar os materiais escolares pode render uma economia no bolso e menos estresse com lojas lotadas.

Sendo assim, tente ir às compras do material escolar com antecedência e nunca deixe para os últimos dias de férias, pois isso também pode deixar o preço elevado.

Outra dica para economizar, é comprar alguns itens fora de época, como por exemplo uma mochila. Como a mochila é um material indispensável, ao invés de esperar o período de férias e que os preços de materiais costumam ficar mais elevados, vale a ideia de comprar o item em uma promoção durante o ano e deixar guardado para o próximo ano letivo.

É claro, que essa dica não é válida para todo o material, afinal a lista de material escolar ainda não foi divulgada, mas já vale para itens essenciais.

loja de material escolar
As lojas podem ficar cheias próximo da volta as aulas

Analise a Lista

Ao receber a lista de material escolar, faça uma análise do que a escola está pedindo e tenha em mente que alguns itens não podem ser definidos pela escola, como:

  • O colégio não pode exigir que a compra seja realizada em um estabelecimento indicado por ela.
  • A escola não pode determinar marcas para os itens pedidos na lista.
  • Itens de uso coletivo (papel higiênico, produtos de limpeza) não podem ser pedidos na lista de material escolar, a não ser os itens de higiene pessoal do aluno, como escova de dentes, pasta, entre outros.

Caso note que a escola incluiu algum desses pontos, questione a instituição ou procure por um advogado para pedir esclarecimentos.

o que a escola não pode pedir no material
A Lei define o que a escola não pode pedir

Negocie os Livros

Muitas listas de materiais incluem livros didáticos para complementar os materiais, e neste caso vale a pena pesquisar muito, afinal esse costuma ser um item que pesa no valor final da lista.

Para economizar, peça o orçamento em diversas livrarias e tente até mesmo negociar direto com as editoras, afinal hoje em dia é comum editoras que já vendem online.

livro didático

Evite a Ida às Lojas com as Crianças

É claro que as crianças querem fazer parte desse momento da compra dos materiais escolares, mas levar os filhos juntos pode pesar e muito o orçamento.

Como existe uma gama de itens fofos e materiais com personagens, é bem provável que as crianças sejam atraídas por esses itens, que costumam ter valor bem mais elevado.

O ideal é fazer as compras sem as crianças e escolher por materiais mais básicos e sem o “personagem da moda”.

Para não deixar a criança de fora da escolha, vale deixar de fora da compra 1 ou 2 itens, e levar a criança para a loja para escolher esses itens que faltam, assim dá para incluir a criança e sem extrapolar no orçamento. E se quiser adicionar um aprendizado a essa compra, disponibilize um orçamento para a criança, assim seu filho ainda vai aprender a “usar dinheiro” e terá que respeitar o orçamento tendo que fazer escolhas.

dica de como organizar compras
A compra com as crianças pode ser bem mais demorada

 

 

Agora é só seguir as dicas e fazer com que esse processo seja mais simples e econômico.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.