Gestantes – Solo Infantil https://soloinfantil.com Thu, 11 Jun 2020 07:54:50 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.4.2 Guia do【TRABALHO DE PARTO】ᐅ O que fazer | Sinais | Dicas https://soloinfantil.com/gestante/trabalho-de-parto/ https://soloinfantil.com/gestante/trabalho-de-parto/#respond Thu, 04 Jun 2020 12:36:58 +0000 https://soloinfantil.com/?p=35242 trabalho de parto

A gravidez é um momento muito esperado por muitas mulheres, e esse período pode vir recheado de surpresas, descobertas e muitas mudanças hormonais e no corpo; mas sem a dúvida a hora mais aguardada de todo esse momento é a chegada do bebê, e antes de ter a criança no colo, tem o trabalho de […]

Esta postagem Guia do【TRABALHO DE PARTO】ᐅ O que fazer | Sinais | Dicas foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
trabalho de parto

A gravidez é um momento muito esperado por muitas mulheres, e esse período pode vir recheado de surpresas, descobertas e muitas mudanças hormonais e no corpo; mas sem a dúvida a hora mais aguardada de todo esse momento é a chegada do bebê, e antes de ter a criança no colo, tem o trabalho de parto, momento que traz muitas dúvidas e pede preparação.

Então, se a barriga está crescendo e as semanas parecem estar passando mais rápidas do que você poderia imaginar, é hora de começar a se preparar para o trabalho de parto e tirar todas as suas dúvidas antes, assim você pode reconhecer os sinais que seu corpo envia e se sentir preparada para viver esse momento tão aguardado que é a chegada do bebê.

trabalho de parto

Sinais do trabalho de parto

Se você está grávida pela primeira vez é bem provável que fica se perguntando como vai saber se já está entrando em trabalho de parto; e essa é uma pergunta bastante comum entre as mamães de primeira viagem.

E a verdade é que o seu próprio corpo envia sinais de que você está prestes a trazer o bebê ao mundo. Para isso, reunimos dicas dos principais sinais que o corpo dá quando você está perto de dar à luz.

 

  • Dor na região lombar: quando o seu corpo está se preparando para dar à luz ao bebê, é possível que você comece a sentir uma dor na região lombar das costas, que pode se assemelhar como uma cólica menstrual ou até mesmo com uma cólica renal quando a dor passa a ficar mais intensa.
  • Tampão mucoso: algumas mulheres podem apresentar o sinal do tampão mucoso, que é responsável por cobrir o colo do útero e pode sair quando o trabalho de parto se inicia ou até mesmo 15 dias antes da chegada do bebê. A perda desse tampão caracteriza a saída de um muco grosso de cor amarelada ou marrom escuro, e ao sinal da saída do tampão é ideal avisar ao médico que está acompanhando a gravidez.
  • Rompimento da bolsa: uma característica bastante comum entre os sinais de que você está entrando em trabalho de parto é o rompimento da bolsa, que se caracteriza por um líquido que escorre pela vagina, e muitas vezes pode molhar a roupa ou até mesmo a cama, caso você esteja deitada. A sensação do rompimento da bolsa é de um líquido quente escorrendo pelas pernas e que pode ter um grande volume, chegando de 700 ml a 1 l de líquido. Ao sinal da bolsa estourando, não significa que o bebê nascerá logo em seguida, em alguns casos pode levar mais algumas horas após o rompimento da bolsa, por isso, o ideal é avisar ao médico que acompanha a gestação.
sinais do trabalho de parto
A bolsa estourando pode ser um sinal do início do trabalho de parto
  • Contrações: uma característica que marca o início do trabalho de parto são as contrações, mas lembre-se de diferenciá-las das contrações de treinamento, quando o corpo começa a se preparar para dar a luz, mas que acontecem bem antes das 40 semanas. As contrações do parto real são bem fáceis de reconhecerem e podem começar a partir da 36ª ou 37ª semana, e apresentam características ritmadas e dolorosas, lembrando uma forte dor na barriga que dura de 30 a 40 segundos. Nas contrações do parto real, um espaçamento entre uma contração e outra vai diminuindo, e quando o tempo for de 3 a 5 minutos entre uma contração e outra, é hora de ir para maternidade.
sintomas do trabalho de parto
As contrações vão ficando menos espaçadas com a evolução do trabalho de parto
  • Dilatação: a dilatação é um sinal de que a chegada do bebê pode estar próxima, mas esse sinal pode não ser reconhecido pelas gestantes, sendo assim, uma doula, obstetriz, ou profissional da área de saúde podem reconhecer o nível da dilatação. A dilatação é uma consequência das contrações, e em média a dilatação evolui em 1 cm por hora, chegando até 10 cm, o recomendado para o parto normal.

 

Vale lembrar que esse são os sinais que o corpo pode enviar, mas isso não significa que você irá sentir todos os sinais de uma só vez, e em alguns casos pode não haver alguns dos sinais e esse não é problema.

Trabalho de parto real ou falso – Como saber?

Você sabia que existe trabalho de parto real e falso?

O trabalho de parto falso, também denominado de pródromos, costumam trazer contrações que podem se arrastar por vários dias, mas essas contrações durante esse período não levam a dilatação progressiva do colo do útero, que é necessário para o nascimento do bebê.

diferença entre trabalho de parto real e falso

Assim, esse trabalho de parto falso pode caracterizar alguns sinais do corpo para o trabalho de parto real, que pode estar próximo, mas isso não significa que toda grávida passe por essa fase de pródromos.

Para diferenciar essas etapas da gestação e o trabalho de parto real e falso, vamos a algumas características desses momentos:

Trabalho de parto real Trabalho de parto falso
Contrações são reguladres e seguem um padrão constante e previsível Contrações irregulares e sem intervalos de tempo regulares
Contrações passam por 3 fases de progressão: progressivamente mais próximas; progressivamente mais longas; e progressivamente mais longas Contrações não apresentam progressão
Contrações começam a ser sentidas na região lombar e irradiam para a frente e na região inferior da virilha Contrações lembram um aperto geral na região do abdômen
Contrações não diminuem com mudança de posição ou  atividade Mudança de posição ou atividade podem cessar as contrações
Pode haver rompimento da bolsa A bolsa não rompe

O que é o pré-parto?

O pré-parto costuma acontecer com as mães de primeira viagem, primigestas, e acontece antes do nascimento do bebê e do trabalho de parto real, mostrando a preparação do corpo e ativação de hormônios que são essenciais para o momento de dar à luz.

O pré-parto se caracteriza quando o bebê começa a se mexer e coloca-se na posição ideal para o parto normal, e isso pode acontecer a partir da 35ª semana de gravidez, quando o bebê se volta para a parte de baixo da barriga, fazendo com que a pressão interna passe da região do diafragma para a região da bexiga.

o que é o pré parto
O pré-parto pode indicar a mudança de posição do bebê

Com essa mudança da posição do bebê, é comum que os sintomas de falta de ar sejam aliviados, mas a necessidade de ir ao banheiro se intensifica por conta da compreensão da região da bexiga.

Os sinais do pré-parto representam a preparação do corpo da mulher para o nascimento do bebê, e algumas características dessa fase são:

  • Cólicas é dores na região da virilha;
  • Picos e baixas de energia;
  • Muco vaginal em maior concentração e mais espesso;
  • Diarréia;
  • Expulsão do tampão mucoso.

Como acelerar e facilitar o trabalho de parto?

Na reta final da gravidez, a ansiedade começa a ser uma característica bastante frequente, além de noites de sono irregulares, maior cansaço e até mesmo dificuldade de se movimentar por conta do tamanho da barriga.

E todos esses sentimentos fazem com que o desejo pelo momento do parto chegue logo. Por isso, algumas dicas podem ajudar a posicionar o bebê e deixar o corpo preparado para o parto, fazendo com que o trabalho de parto seja mais rápido e até mesmo mais fácil.

  • Caminhada: Incluir caminhadas durante toda a gestação pode ser um grande auxílio para a fase final da gravidez, epode até mesmo ajudar na dilatação, fazendo com que o bebê se encaixe na pelve e facilite o momento do parto. No entanto, ao final da gravidez, não é indicado que a grávida faça caminhadas sozinha, uma vez que qualquer desequilíbrio pode causar quedas.
dicas para ajudar no trabalho de parto
A caminhada é uma prática indicada para toda a gestação
  • Exercícios: Os exercícios para grávidas podem fazer parte de todo o momento da gestação, claro, que com o aval médico. Entre as práticas mais recomendadas para gestantes, exercícios de pilates e yoga são bastante recomendados para ajudar na movimentação da grávida e também auxiliar no trabalho de parto.

exercícios que ajudam no trabalho de parto

  • Relação Sexual: Para essas grávidas que se sentem confortáveis em manter relações sexuais com o parceiro nafase final da gestação, o sexo é uma boa escolha para auxiliar no trabalho de parto, uma vez que a relação sexual estimula a produção de hormônios que podem fazer com que o colo do útero amoleça e acelere o trabalho de parto e o Nascimento do bebê. No entanto, esse amolecimento só acontece quando o corpo já está preparado para o parto, por isso , não se preocupe em ter relações sexuais durante toda a gravidez, exceto em casos de restrições e orientações médicas.
  • Fortalecimento do Assoalho Pélvico: Para se preparar para o trabalho de parto e acelerar esse momento, fortalecer a musculatura do assoalho pélvico é uma ótima prática, ajudando no momento do parto. Para o fortalecimento dessa região, é bastante indicado o exercício de kegel ou até mesmo exercícios com bola suíça, sob a orientação e acompanhamento de um profissional.

*Dica extra: para aliviar a dor intensa do trabalho de parto, um banho de água quente ou bolsa de água quente na região lombar podem aliviar as dores intensas.

dicas para facilitar o parto

Se você já passou por esse momento, compartilhe conosco quais foram os sinais que seu corpo enviou e como você se preparou para a chegada do bebê.

Esta postagem Guia do【TRABALHO DE PARTO】ᐅ O que fazer | Sinais | Dicas foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
https://soloinfantil.com/gestante/trabalho-de-parto/feed/ 0
Ácido Fólico Ajuda a Engravidar? – Os 6 Mitos e Verdades! https://soloinfantil.com/gestante/acido-folico-ajuda-a-engravidar/ https://soloinfantil.com/gestante/acido-folico-ajuda-a-engravidar/#respond Sun, 19 Apr 2020 17:27:41 +0000 https://soloinfantil.com/?p=33898 ácido fólico ajuda a engravidar ou não 2

Ácido fólico ajuda a engravidar? Essa é uma das perguntas mais frequentes nos consultórios médicos e no próprio Google. Há muito questionamento sobre o uso dessa vitamina para quem deseja se tornar mamãe. Quem é ‘tentante’ sabe o quão importante é preparar o corpo – e a mente – para quando o sonho de engravidar […]

Esta postagem Ácido Fólico Ajuda a Engravidar? – Os 6 Mitos e Verdades! foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
ácido fólico ajuda a engravidar ou não 2

Ácido fólico ajuda a engravidar? Essa é uma das perguntas mais frequentes nos consultórios médicos e no próprio Google. Há muito questionamento sobre o uso dessa vitamina para quem deseja se tornar mamãe.

ácido fólico ajuda a engravidar ou não 1

Quem é ‘tentante’ sabe o quão importante é preparar o corpo – e a mente – para quando o sonho de engravidar se transformar em realidade. Por isso é bacana ficar por dentro de informações corretas para não prejudicar a saúde.

ácido fólico ajuda a engravidar ou não 4

Você já deve ter ouvido falar do ácido fólico em relação à gestação. No entanto, há mitos que cercam a ingestão desse complexo vitamínico.

Sugerimos que você conheça mais a fundo o que é, para que serve, em que momento seu uso é indicado e demais dados técnicos.

Aqui nesse post vamos explanar sobre questões importantes, inclusive tirar desvendar se o ácido fólico ajuda a engravidar ou não. Acompanhe agora mesmo ♥

ácido fólico ajuda a engravidar ou não 3

Ácido Fólico Ajuda a Engravidar? Mitos e Verdades

Vamos então entender o que é, de fato, o ácido fólico e por que ele é um dos nomes mais vinculados aos cuidados que as gestantes devem ter?

Selecionamos as principais perguntas referentes ao ácido fólico para engravidar e na gravidez. Conheça!

O que é Ácido Fólico?

O ácido fólico, também conhecido como vitamina B9 / metilfolato / folato, é um dos elementos nutricionais mais importantes para o organismo humano. Ele é necessário para a transformação saudável do feto até o fim da vida, para você ter uma ideia.

ácido fólico ajuda a engravidar ou não 2

A princípio, devemos dizer que esse nutriente é encontrado em muitos alimentos. Incluindo-os na dieta regular você consegue balancear os níveis de vitamina B9.

No entanto, há princípios orgânicos que podem inibir a absorção natural dele e por isso é recomendada a suplementação sintética, comercializada por inúmeras empresas farmacêuticas.

ácido fólico ajuda a engravidar ou não

Quais Seus Benefícios?

Como quaisquer outras vitaminas, o ácido fólico, seja em sua forma orgânica ou sintética, apresenta inúmeros benefícios à saúde.

Entre as principais ações benéficas, podemos citar:

  • Mantém o cérebro saudável, prevenindo problemas como depressão ou demência
  • Fortalece o sistema imunológico
  • Previne anemia, pois atua na formação de células do sangue
  • Previne inúmeros cânceres, inclusive o câncer de cólon
  • Auxilia na síntese e reparação do DNA
  • Previne doenças do coração
  • Mantém a saúde dos vasos sanguíneos;
  • Controla a evolução do vitiligo
  • Atua na divisão e no crescimento celular
  • Atua na produção de novas proteínas e na formação de hemácias

Esses são os benefícios, segundo estudos médicos, que podem ser enxergados em humanos de todas as faixas etárias. Claro que os resultados dependem do consumo frequente dessa vitamina, que precisa estar inserida na dieta alimentar de cada pessoa.

saiba se o ácido fólico ajuda a engravidar

Além de todos esses pontos super positivos, o ácido fólico promove uma mudança drástica corpo feminino em período pré-gestacional e no primeiro período gestacional. Essa transformação tem como objetivo crucial de:

  • Formar o sistema nervoso do feto durante a gravidez. Ele fortalece o tubo neural do bebê, que logo se converte no cérebro e na medula espinhal.

Qualquer que seja o caso, o ácido fólico deve ser comprado na farmácia e ingerido após a indicação de um especialista. Gestantes ou mulheres que querem engravidar devem conversar com seu médico antes de fazer uso do suplemento.

Cartela de ácido fólico

Ajuda a Engravidar?

Uma dúvida que muitas mulheres têm é se o ácido fólico ajuda a engravidar. Afinal, os médicos recomendam em seus consultórios a ingestão da vitamina sintética quando as pacientes exprimem a vontade de ter um bebê.

No entanto, a indicação médica do ácido fólico para mulheres que desejam engravidar não ocorre para aumentar a fertilidade ou facilitar a fecundação, como muitas pessoas acreditam!

Até o momento, não há nenhum estudo científico que comprove o potencial do ácido fólico sobre a fertilidade das mulheres. Segundo especialistas existem pesquisas em andamento atualmente, mas sem nenhum resultado atestado ainda.

Teste positivo de gravidez

Portanto, o ácido fólico não é algo que deve ser tomado com o intuito de aumentar as chances de engravidar, para acelerar o processo, produzir mais óvulos ou então favorecer a ocorrência de uma gravidez múltipla, por exemplo.

Para mulheres / casais que estão tentando ter um bebê e desejam se tornar aptos naturalmente para ter um filho em breve podem  fazer é manter uma vida saudável: boa alimentação, exercícios físicos regulares, não fumar ou beber, boas noites de sono, controle do estresse, etc.

Ácido fólico ajuda a engravidar ou não

Por que Gestantes Precisam do Nutriente?

Como falamos anteriormente, o ácido fólico possui uma função especial no organismo das mulheres que querem engravidar. Ele é fundamental para formação saudável do tubo neural do feto.

Segundo especialistas, o tubo neural se converte no cérebro e na medula espinhal do bebê no primeiro mês de gestação. Por isso é essencial que a mulher tome essa vitamina meses antes de engravidar e no início da gravidez.

Ácido fólico para gestantes

A explicação é científica. A saber, o maior risco de deficiências e más formações, incluindo as de coluna e cerebrais, ocorre no primeiro trimestre de gestação. Alguns médicos também ressaltam que o folato, tomado em doses reduzidas nos demais meses de gravidez, pode auxiliar na formação do coraçãozinho do bebê e até prevenir parto prematuro.

Dessa forma, é preciso prevenir que qualquer ocorra com o bebezinho tomando a dosagem recomendada pelo médico.

O Ministério da Saúde recomenda que todas as mulheres em idade fértil – o documento pondera dos 14 aos 35 anos – tomem a suplementação com o ácido fólico sintético para evitar problemas na gravidez, inclusive quando ela não for planejada.

Ácido fólico ajuda a engravidar
belly of pregnant woman and vitamin pills in the hand

Todas as pessoas podem fazer uso do ácido fólico, mesmo as mulheres que não estiverem no período gestacional. Entretanto, há uma dosagem indicada para cada faixa etária, confira abaixo:

  • 0 a 6 meses 65 mcg
  • 7 a 12 meses 80 mcg
  • 1 a 3 anos 150 mcg
  • 4 a 8 anos 200 mcg
  • 9 a 13 anos 300 mcg
  • 14 anos ou mais 400 mcg
  • Mulheres grávidas 600 mcg
  • Mulheres que amamentam 500 mcg

Importante ressaltar que a ingestão desse suplemento dessa ser feita sob prescrição médica. De modo geral, ela é feita para mulheres grávidas ou que exprimem desejo de tentar a gestação, ou então para pessoas que apresentem a deficiência de vitamina B9.

Vitamina B9

Quais os Riscos do Uso Inadequado?

O ácido fólico é um considerado um medicamento com baixa incidência de efeitos colaterais se tomado nas quantidades certas.

Caso as doses diárias são maiores do que as recomendadas, alguns sintomas podem surgir, por exemplo:

  • Náuseas
  • Inchaço abdominal
  • Gases em excesso
  • Insônia

Além disso, um estudo da Universidade Johns Hopkins, divulgado recentemente, indica que o excesso de ácido fólico pode aumentar em duas vezes o risco de autismo nos bebês.

Alimentos que contém ácido fólico

Segundo Antonio Cabral, obstetra e professor da UFMG, “o excesso de ácido fólico pode prejudicar os genes que fazem a maturação do encéfalo e causar alguma má formação, podendo desenvolver autismo ou autismo parcial”.

Todavia, esse efeito negativo no DNA do feto  depende de uma predisposição genética e outros fatores específicos.

Por outro lado, se forem ingeridas baixas doses de ácido fólico, o bebê pode ser prejudicado, como evidenciamos anteriormente. O tubo neural sendo afetado, pode incorrer em problemas morfológicos, como: anencefalia, espinha bífida, fenda palatina e o lábio leporino.

Espinha bífida
Baixa ingestão de ácido fólico pode ocasionar em espinha bífida

Quais Alimentos com Ácido Fólico?

Conforme evidenciamos em tópicos anteriores, o ácido fólico é encontrado naturalmente em diversos alimentos. Você pode incluí-los na dieta para aumentar a síntese dessa vitamina no organismo.

Conheça alguns alimentos que contêm a vitamina B9 em sua composição

  1. Fígado bovino
  2. Feijões, ervilha e lentilha
  3. Ovos
  4. Flocos de milho
  5. Espinafre, Couve manteiga, Brócolis e demais hortaliças verde-escuras
  6. Salsa
  7. Couve de bruxelas
  8. Flocos de aveia
  9. Manga
  10. Frutas cítricas
  11. Abacate
  12. Couve-flor
  13. Beterraba
  14. Cenoura
  15. Aipo
  16. Abóbora
  17. Milho
  18. Quiabo
  19. Sementes
  20. Aspargos

Aqui no Brasil, vale lembrar, a farinha de trigo é enriquecida com ácido fólico pensando na adição desse nutriente na cesta básica.

Alimentos com vitamina B9

Apesar de todos esses alimentos conterem boas doses de vitamina B9, mesmo que você faça uso deles, a ingestão da suplementação sintética pode ser necessária, sobretudo na gravidez. Converse com o seu médico sobre a necessidade.


Como vimos nesse post, não é possível afirmar que o ácido fólico ajuda a engravidar. Mesmo assim, trata-se de uma vitamina extremamente importante para todas as pessoas, principalmente para as mulheres que querem engravidar e  que estejam no início da gestação. Afinal, esse suplemento vai ajudar o bebê a ter uma formação saudável de seu organismo!

Aproveite para ler também:

Gravidez Ectópica: O que Fazer? – Sintomas, Riscos & Tratamento!

Diário de Gravidez – 29 Modelos Lindos & Dicas para Fazer o Seu!

Gripe na Gravidez – Como Prevenir, Sintomas & Tratamentos Eficazes!

Volte mais vezes para conferir outras novidades sobre maternidade e universo infantil 🙂

Esta postagem Ácido Fólico Ajuda a Engravidar? – Os 6 Mitos e Verdades! foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
https://soloinfantil.com/gestante/acido-folico-ajuda-a-engravidar/feed/ 0
Varizes na Gravidez: O que É, Causas, Tratamento e Dicas https://soloinfantil.com/gestante/varizes-na-gravidez/ https://soloinfantil.com/gestante/varizes-na-gravidez/#respond Wed, 04 Mar 2020 18:39:38 +0000 https://soloinfantil.com/?p=33528 varizes na gravidez

Sofrer com varizes na gravidez não é uma exclusividade de uma ou outra futura mamãe. As estatísticas brasileiras são que uma em cada três gestantes apresentará o problema, segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular. Mas lidar com elas é fácil, simples e pode ajudar bastante com nossas dicas a seguir. Sobre […]

Esta postagem Varizes na Gravidez: O que É, Causas, Tratamento e Dicas foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
varizes na gravidez

Sofrer com varizes na gravidez não é uma exclusividade de uma ou outra futura mamãe. As estatísticas brasileiras são que uma em cada três gestantes apresentará o problema, segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular. Mas lidar com elas é fácil, simples e pode ajudar bastante com nossas dicas a seguir.

varizes na gravidez

Sobre as Varizes na Gravidez

Cansaço, sono e enjoos fazem parte de um quadro normal de gestação e as mulheres já esperam por isso. Nada, entretanto, surpreende e entristece mais algumas mulheres que as varizes na gestação. Infelizmente um problema comum o qual leva muitas a não usar short ou saia curta durante o período pré parto. O que fazer? Entender o problema ajuda a saber como cuidar.

O que São Varizes?

Varizes são veias dilatadas na parte superficial da pele. Elas surgem como veias na cor roxa e podem vir em qualquer parte da perna, desde a coxa até próximo ao pé.

Os locais mais comuns são as pernas, mas as varizes na gestação podem surgir no reto (como hemorroidas) e na vulva. 

tratamento de varizes na gravidez

Quais os Sintomas?

O primeiro sinal claro é um sintoma visual: a veia roxa na perna. Em primeiro estágio fica de uma cor roxo claro com um leve toque de vermelho. Em segundo momento fica mais escura, sinal de uma varize antiga ou em estágio mais maduro.

Em algumas pessoas é um problema indolor mas em outras não é agradável ter varizes na gestação. Os principais sintomas são:

  • Dor;
  • Queimação(ardor);
  • Sentir as pernas pesadas no dia a dia;
  • Coceira (prurido);
  • Inchaço nas pernas e nos tornozelos;
  • Muita dor nas pernas ao ficar sentada por um longo período;
  • Pele seca;
  • Pele muito esticada.

Quais as Causas?

As varizes podem ter diversas causas. Uma das principais causas é genética, quando se herda dos pais as veias frágeis e isso infelizmente não pode ser evitado. O surgimento de coágulos é outra causa bem comum, assim como o desenvolvimento de vasos sanguíneos anormais, conhecidos no meio médico como fístulas. Um outro motivo para as varizes são os tumores, muito raramente.

Já nas varizes na gestação possuem como principal causa o aumento do fluxo de sangue. O corpo está agora com duas vidas para manter e isso gera um aumento grande de produção de sangue no corpo humano. As veias, contudo, não crescem em alguns casos na mesma proporção e necessidade, podendo causar um leve entupimento.

Tanto o fluxo de sangue como o peso extra na gestação acabam por causar varizes na gestação. Por este motivo é muito comum mulheres que ganhem muito peso enquanto estão gestantes apresentem muitas varizes, muito mais que as que mantiveram o aumento gradual na balança e menor. O peso extra faz pressão nos vasos, acabando por gerar o problema.

O útero também faz pressão nos vasos pélvicos, aumentando ainda mais as chances de apresentar varizes na gestação. Por este motivo elas aparecem em maior quantidade no segundo trimestre da gravidez, quando o peso na balança já aumentou e o feto está bem grandinho e pesado.

causas da varizes na gravidez

Existem Riscos?

Apesar de assustar um pouco e muitas gestantes se recusarem a usar shorts por conta das varizes na gravidez, não é considerado um problema grave. Na maior parte dos casos é temporário, sumindo após o nascimento, quando o peso volta ao normal.

Contudo, há riscos. O maior risco é do desenvolvimento para uma trombose. Entretanto, a gravidez em si já aumenta o risco de trombose. Então tendo ou não tendo varizes o risco é quase o mesmo.

cuidados varizes na gravidez

Quais os Tratamentos?

Não existe um tratamento específico porque em uma mulher sem gravidez a interversão cirúrgica seria o indicado. Já na gestante isso não é possível porque há riscos enormes para a mãe e para o bebê. Até mesmo durante a amamentação a cirurgia é contra indicada.

O que se pode fazer é prevenir com algumas medidas simples. A meia de compressão é uma delas, excelente tanto para gestantes como para quem passa longos períodos sentada. Ela pode ser comprada em farmácias e lojas de produtos ortopédicos.

Para aliviar os sintomas os cremes com base de mentol são os mais indicados. Entretanto, é importante saber que são estudos empíricos e não científicos. Não existe nenhuma comprovação com pesquisa que o uso de cremes possa ajudar, mas são muito usado.

A aplicação de compressas de água gelada é outra dica para diminuir o inchaço e com isso as dores aliviam também. Vale panos umedecidos com água gelada também.

Como Evitar Varizes na Gravidez

Prevenir sempre é a melhor solução e isso é simples de fazer com varizes na gravidez. Uma das formas de fazer isso é estimulando a circulação sanguínea por meio de atividades físicas. Vale uma caminhada, pilates yoga e tudo o que puder fazer a futura mamãe se mexer para melhorar o fluxo sanguíneo nas pernas.

A aplicação de gel / óleo corporal com massagem também melhora o fluxo. Sessões de massagem leves podem ajudar muito, assim como investir na auto massagem passando a ponta dos dedos ou as mãos com leves compressões para não machucar. Sem apertar demais: lembre que as pernas  ficam inchadas e podem doer.

Não ficar muito tempo em pé é outra indicação. O fluxo sanguíneo fica concentrado nas pernas, causando uma pressão ainda maior nas veias já obstruídas, elevando o problema. Tente fazer pausas para descanso caso suas principais atividades durante o dia sejam de pé.

A ingestão de água também é muito indicada, em especial para evitar o inchaço. Uma das melhores maneiras de combater a retenção líquida e o inchado é estimulando o organismo a eliminar líquido, e isso envolve ingerir ao menos dois litros de água por dia. Os médicos recomendam entre dois e três litros.

Andar descalça também ajuda com varizes na gravidez. O contato dos pés com o piso estimula a circulação, além de ser reconfortante.

Usar meias de compressão também é uma ótima dica! De média compressão porque não são tão apertadas e fáceis de tirar e colocar, sem causar desconforto.

O cuidado com o peso ainda é a melhor medida preventiva e a mais importante para evitar varizes na gravidez. O sobrepeso é a principal causa do surgimento do problema, então é importante controlar a alimentação para manter a média indicada de aumento de um quilo por mês.

E agora que você sabe todas as causas e tratamento de varizes na gravidez é só tomar cuidado e evitar o problema. Se descobrir mais dicas deixa nos comentários abaixo.

 

Esta postagem Varizes na Gravidez: O que É, Causas, Tratamento e Dicas foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
https://soloinfantil.com/gestante/varizes-na-gravidez/feed/ 0
Gravidez Ectópica: O que Fazer? – Sintomas, Riscos & Tratamento! https://soloinfantil.com/gestante/gravidez-ectopica/ https://soloinfantil.com/gestante/gravidez-ectopica/#respond Mon, 06 May 2019 06:13:50 +0000 https://soloinfantil.com/?p=30308

Considerado como um tipo raro de gestação, a gravidez ectópica é um assunto que precisa ser estudado pelas futuras mamães, pois ela requer atenção médica. A gravidez é um dos momentos mais especiais vividos pelo casal, porém existem alguns cuidados que devem ser tomados para garantir tanto a saúde da mamãe quanto do bebê. Pensando […]

Esta postagem Gravidez Ectópica: O que Fazer? – Sintomas, Riscos & Tratamento! foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>

Considerado como um tipo raro de gestação, a gravidez ectópica é um assunto que precisa ser estudado pelas futuras mamães, pois ela requer atenção médica.

A gravidez é um dos momentos mais especiais vividos pelo casal, porém existem alguns cuidados que devem ser tomados para garantir tanto a saúde da mamãe quanto do bebê. Pensando nisso, é fundamental o acompanhamento por um profissional durante a gestação.

A gestaçãoectópica é um problema raro, porém que requer total atenção. Ficar atento aos sintomas desse problema é importante, pois eles geralmente começam a partir da quinta semana da gestação.

Como já dissemos é importante fazer acompanhamento médico desde a descoberta da gravidez, pois os sintomas da gravidez ectópica são muito semelhantes aos de uma gestação normal. Para te auxiliar na busca de informações, abordamos nesse post os principais assuntos relacionados a esse tipo de gestação.

Sobre a Gravidez Ectópica

A gravidez ectópica é um problema que ocorre com em quase 1% da população feminina de acordo com o Ministério da Saúde.  Embora a porcentagem pareça baixa, é importante ter o máximo de conhecimento possível para que a saúde da gestante seja preservada.

Como já dissemos anteriormente, os sinais da gravidez ectópica podem passar despercebidos em diferentes casos, por isso é importante estar atenta a sua gestação e no primeiro sinal de que possa haver algo errado procurar ajuda médica.

Para entender melhor a respeito da gravidez ectópica, separamos a seguir os principais assuntos relacionados a esse tipo de problema.

Gravidez ectópica: como ocorre

O que é?

A gravidez ectópica é um tipo raro de gestação no qual o óvulo fertilizado se implanta em algum lugar fora do útero. Na grande maioria de casos o óvulo se aloja em uma das trompas de falópio.

A trompa de falópio é uma espécie de tubo pelo qual os óvulos presentes nos ovários são conduzidos para o útero. A gravidez ectópica que ocorre nesse local é conhecida como gravidez tubária. Em outros casos, a gestação também pode ocorrer na cavidade abdominal do útero e também no colo do útero.

Gravidez ectópica: o que é Gravidez ectópica: o que é

O parto normal é a  primeira opção de várias mamães, porém é um assunto que gera muita discussão. Para saber mais a respeito desse tipo de parto, preparamos um post explicando o que é, tipos de partos normais, cuidados necessários e outras informações importantes relacionadas ao parto!

Quais as Possíveis Causas?

A gravidez nas trompas é um problema que pode acontecer com qualquer gestante, porém existem alguns fatores de risco que aumentam a possibilidade do problema ocorrer, sendo eles:

  • Gestante com mais de 35 anos de idade
  • Histórico de gravidez ectópica anterior
  • Histórico de cirurgia abdominal
  • Histórico de doença pélvica inflamatória
  • Gravidez após laqueadura
  • Uso incorreto de DIU
  • Tabagismo
  • Endometriose
  • Uso de medicamentos para fertilidade

Gravidez ectópica: causas

A gravidez de risco pode ter diferentes causas, por isso é fundamental buscar o máximo de informação possível para garantir que tudo saia conforme o desejado. É importante ter cuidado para que a saúde da mamãe e do bebê sejam protegidas durante os meses de gestação. Pensando nisso, preparamos um post para entender o que é, causas e os principais cuidados que devem ser tomados durante esse período!

Quais os Riscos para a Mãe?

Uma gravidez nas trompas não pode prosseguir como uma gravidez normal na qual o óvulo se encontra dentro do útero. Isso porque o óvulo fertilizado não sobrevive fora do ambiente correto, além dos danos causados as estruturas maternas da mãe durante o crescimento do feto.

Quando não tratada a gestação ectópica pode trazer uma série de riscos para a saúde da mulher como: hemorragias que podem levar a morte, por exemplo. Quando tratada precocemente as chances de se preservar a fertilidade da mulher são muito altas.

Quanto Tempo Dura?

Na grande maioria dos casos de gravidez nas trompas o seu tempo de duração fica entre 5 e 14 semanas. Geralmente, os sintomas do problema surgem após as duas primeiras depois que a menstruação atrasou.

É fundamental se atentar aos sintomas da gravidez ectópica no inicio da gravidez e procurar ajuda médica. Isso porque uma gestação fora do útero tem um alto risco para a saúde da mulher.

Gravidez Ectópica Rota: O que é?

A gravidez ectópica nada mais é do que o óvulo que não completa o percurso até o útero e se aloja em outras estruturas, geralmente em uma das trompas.

Devido o alto risco para a saúde da mãe esse é um tipo de gestação inviável, por isso assim que descoberta é feita a interrupção.

Gravidez ectópica: o que é

Como Descobrir: Principais Sintomas

Como dissemos anteriormente a gravidez ectópica é um problema difícil de perceber,  pois alguns dos sintomas são muito parecidos com os de uma gestação normal. Pensando nisso, é importante entender que por ser rara esse tipo de gestação deve ser diagnostica por um médico.

É importante saber que algumas mulheres não sentem nenhum dos sintomas comuns em uma gestação ectópica. No entanto, nos casos de gravidez ectópica é possível notar alguns sintomas entre a 4 e 12 semanas, sendo eles:

  • Dor aguda que vai e volta e pode ter diferentes intensidades. A dor pode ser sentida em diferentes partes do corpo como: pélvis, abdômen, ombros e até no pescoço.
  • Sangramento: pode ser tão intenso ou mais leve que o período menstrual normal. É importante entender que o sangramento durante o inicio da gestação pode ocorrer devido a nidação, portanto é fundamental falar com seu médico.
  • Desconforto quando urina ou defeca
  • Fraqueza
  • Tontura
  • Desmaio

Alguns dos sintomas citados podem surgir desde o inicio da gestação, mesmo antes de ter o diagnóstico de que está grávida. Em alguns casos é possível que o médico possa reconhecer a gravidez ectópica já no primeiro ultrassom.

Caso note a presença de qualquer um dos sintomas, seja a presença de qualquer tipo de sangramento ou dor aguda, entre em contato com seu médico imediatamente.

Para concluir o diagnóstico da gravidez ectópica o médico pode solicitar os seguintes exames:

  • Exame pélvico: utilizado para avaliar a intensidade da dor e buscar massas que possam estar abdômen.
  • Ultrassonografia: Para verificar o local onde o feto está se desenvolvendo.
  • Teste de sangue e urina: exames realizados para medir o nível do HCG, sendo esse o hormônio que indica a gravidez quando elevado. Caso o exame mostre um número baixo, é possível que a causa seja a gravidez ectópica.

Gravidez ectópica: sintomas Gravidez ectópica: sintomas

Um sintoma que assusta muitas mamães é a cólica na gravidez. Por ser um sintoma ligado a diferentes causas, é importante se atentar aos sinais que o corpo transmite para que tanto a saúde da mãe quanto do bebê sejam preservadas. Para entender melhor, preparamos um post com as principais causas, riscos e formas para tratar a cólica durante a gestação!

O que Fazer: Tratamentos

O tratamento para a gestação ectópica tem como primeiro passo a interrupção da gestação por meio de uma cirurgia. O procedimento cirúrgico tem como finalidade restaurar a trompa danificada.

Além da cirurgia o tratamento para a gravidez ectópica também pode ser realizado por meio de:

  • Medicação: serve para fazer com que o corpo absorva o tecido da gravidez.
  • Cirurgia pouco invasiva: utilizada para remoção de restos de tecido e reparação da trompa afetada por meio de laparoscopia.
  • Remoção total ou parcial da trompa afetada: indicado em casos nos quais a trompa está muito alargada ou rompida devido a gravidez ectópica. Em diferentes casos de emergência é um dos tratamentos mais realizados.

Após a realização de um procedimento cirúrgico, seu médico irá monitorar sua recuperação de perto. Dessa forma ele ficará atento a seus níveis hormonais, assim garantindo que o tecido da gravidez ectópica foi removido completamente.

Gostou das nossas dicas sobre gravidez ectópica? Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário.

Esta postagem Gravidez Ectópica: O que Fazer? – Sintomas, Riscos & Tratamento! foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
https://soloinfantil.com/gestante/gravidez-ectopica/feed/ 0
Pilates para Gestantes: Pode Fazer? – Dicas e Exercícios Saudáveis! https://soloinfantil.com/gestante/pilates-para-gestantes/ https://soloinfantil.com/gestante/pilates-para-gestantes/#respond Mon, 22 Apr 2019 22:01:52 +0000 https://soloinfantil.com/?p=30669 posições de pilates na gestação

O que os médicos acham de pilates para gestantes? Essa é uma atividade recomendada para mulheres que esperam um bebê? Se sim, há cuidados específicos, bem como limitações? Quais são as melhores posições? Enfim, são muitos questionamentos que cercam a realização de atividades físicas por grávidas, principalmente o pilates, que está super na moda atualmente. […]

Esta postagem Pilates para Gestantes: Pode Fazer? – Dicas e Exercícios Saudáveis! foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
posições de pilates na gestação

O que os médicos acham de pilates para gestantes? Essa é uma atividade recomendada para mulheres que esperam um bebê? Se sim, há cuidados específicos, bem como limitações? Quais são as melhores posições?

Enfim, são muitos questionamentos que cercam a realização de atividades físicas por grávidas, principalmente o pilates, que está super na moda atualmente.

De maneira introdutória, podemos dizer que o Pilates consiste em um método criado por Joseph Pilates. Esse estudioso pensou em uma fórmula para trabalhar não só o corpo, mas também a mente.

posições de pilates na gestação
Joseph Pilates criou o método, que atualmente é queridinho das famosas!

Assim como o Yoga, sobre o qual já falamos por aqui, é quase que uma filosofia de vida. Seus princípios básicos são a concentração, centralização, respiração, fluidez, precisão e controle.

A centralização, a saber, trata-se de uma ativação do centro de força, ou seja, o power house: músculos abdominais, assoalho pélvico e músculos estabilizadores das costas. Todos esses são importantíssimos de serem trabalhados durante a gestação para se preparar para o parto.

Mas será que o pilates é mesmo uma prática indicada para mulheres gestantes? Estas podem realizar todos os exercícios componentes?

Para não restar dúvidas, acompanhe o presente artigo. Nós o elaboramos para que você saiba os benefícios reais dessa metodologia para o seu bem-estar mental e físico durante a gravidez, assim como as sugestões dos especialistas.

Confira com a gente e esteja preparada para ser uma gestante ativa e cheia de vitalidade para receber seu bebê!

posições de pilates na gestação
Fique por dentro de tudo que envolve o pilates para gestantes!

Sobre o Pilates para Gestantes

O pilates é um dos métodos de atividade física mais democráticos que existem. Segundo o Instituto Pilates, essa técnica pode ser aderida por praticamente todos os grupos de pessoas, dos adolescentes aos idosos.

Também pode ser adotada por gestantes, bem como pacientes em algum tipo de reabilitação, com limitações motoras ou desordens posturais. Ou seja, só não é indicada para o público infantil.

Através de seus princípios, o pilares leva o praticante a conquistar a saúde física ideal, unificando o bem-estar do corpo com o da mente.

De acordo com especialistas é a única metodologia que leva em conta o posicionamento pélvico (quadril) e cervical (região do pescoço) de forma completa, buscando incessantemente a estabilidade escápulo-torácica.

A saber, durante a gestação as mulheres sofrem alterações significativas não só hormonais. Ademais, elas apresentam modificações osteomusculares, cardiológicas, vasculares e respiratórias.

Em relação aos hormônios, pode-se citar 5 considerados mais importantes para o desenvolvimento do feto e da boa evolução da gestação e da saúde da mãe. Sendo eles:

  • progesterona e estrogênio, essenciais para condições ideais para a manutenção da gestação e crescimento do bebê
  • gonadotrofina coriônica e a somatomamotropina coriônica humana, que garantem a nutrição adequada do feto
  • relaxina, que dá mobilidade aos ligamentos que estabilizam as articulações
posições de pilates na gestação
Bem como o Yoga, o Pilates apresenta centenas de posições para você realizar!

Isto é, todos esses hormônios exercem uma função indispensável para que a futura mamãe prepare seu corpo para a hora do parto.

Juntos, eles ajudam a relaxar os ligamentos e articulações e assim “abrem o quadril”, permitindo que o bebê se encaixe e passe pelo canal vaginal sem maiores problemas. E para garantir toda a estabilidade necessária das articulações é preciso trabalhar a força muscular e postura correta.

E é aí que o Pilates se mostra tão importante! Além de fortalecer os músculos citados acima, ajuda a evitar dores e a má postura, sintomas que são sempre muito sentidos pelas gestantes.

posições de pilates na gestação

De fato, o pilates é um conjunto de exercícios que pode ser feito por grávidas desde o primeiro trimestre. Em cada fase, no entanto, é preciso ter certas precauções para não oferecer riscos nem para a mamãe nem para o bebê.

Atualmente há muitas escolas e academias que oferecem aulas de Pilates com profissionais qualificados. Pesquise um local que tenha recomendações, bem como o histórico do professor, e também faça uma aula teste antes de contratar.

Lembrando que posições simples de postura também podem ser feitas em casa mesmo ou em um parque, por exemplo. Mas não se atreva a fazer exercícios que exijam muitos cuidados sozinha!

Sempre conte com a ajuda de um especialista, até por que, com o barrigão você não terá muita mobilidade para fazer as posições sem auxílio.

Quais seus Benefícios?

Antes de falar sobre os benefícios do pilates para gestantes, é bacana citar as modificações ocorridas no corpo da mulher em cada trimestre da gravidez. Confira:

  • Primeiro trimestre: os sintomas são variados e intensos, dos enjoos às náuseas, do aumento das mamas à vontade de urinar.
  • Segundo trimestre: o centro de gravidade começa a ficar instável e se desloca para a frente conforme a barriga vai crescendo. Assim, é comum que ocorra um aumento da lordose e dores na região lombar.
  • Terceiro trimestre: além de dores nas costas, a mulher pode ter dificuldades para respirar, ficar cansada constantemente e perder ainda mais o equilíbrio. Os ligamentos da pelve ficam distendidos.

O pilates, a saber, em cada um um desses trimestres pode beneficiar a mulher de modos específicos, de acordo com as necessidades que ela tem.

Por conta do princípio da centralização, ou seja, a ativação dos músculos da Power House (centro de força do corpo composto por músculos abdominais, assoalho pélvico, músculos estabilizadores das costas) a gestante se beneficia imensamente para o momento tão aguardado do parto.

posições de pilates na gestação

A principal vantagem é o fortalecimento do assoalho pélvico, que consiste em um grupo de músculos responsáveis por sustentar o útero, a bexiga e o intestino.  Esse conjunto muscular é essencial para um parto mais natural possível e evitar incontinência urinária, assim como outros problemas que podem surgir após o nascimento do bebê.

A maioria das aulas de pilates para grávidas trabalham o assoalho pélvico o tempo todo, pois é o principal foco mesmo. Esses exercícios relaxam o períneo, ideal para quem visa fazer o parto vaginal sem que hajam lacerações, tampouco intervenções para que o bebê saia.

Outro benefício do Pilates para as futuras mamães é favorecer a mobilidade do quadril e sua abertura. Isso é trabalhado por meio de agachamentos, exercícios em cócoras e movimentos amplos de abdução das pernas.

Mas atenção: todos esses exercícios contribuem para o encaixe do bebê, mas não são garantia de que você fará o parto normal ou que não ocorram lacerações. Trata-se de uma técnica de profilaxia, que vai trabalhar o seu corpo, mas não modifica ações externas ou imprevistos.

posição de pilates na gestação

Resumindo: benefícios de pilates para gestantes

  • Fortalecimento do assoalho pélvico
  • Relaxamento do períneo
  • Alongamento da musculatura do abdômen, dos glúteos e da parte inferior das costas
  • Mobilidade e abertura do quadril
  • Maior sustentação da coluna vertebral
  • Menor sensação de desconforto
  • Diminuição do inchaço nas pernas
  • Evita dores nas costas
  • Bom condicionamento físico
  • Melhor controle de peso

Muitos, não é mesmo? Então o que está esperando para fortalecer todo o seu corpo com o pilates? Fique atento a seguir sobre as contraindicações e os possíveis riscos que a prática pode gerar.

Existem Riscos?

Que o pilates se tornou uma técnica extremamente famosa e apesar de gestantes poderem realizá-la, há determinadas ressalvas que merecem atenção.

Segundo o próprio criador da prática, Joseph Pilates, não é recomendado que mulheres gestantes iniciantes na atividade a utilizem durante a gestação.

Ou seja, se você nunca praticou Pilates, não é recomendado iniciar quando estiver grávida. De acordo com os especialistas, é indicado ter pelo menos 6 meses de prática para ter total segurança na realização das posturas de pilates na gravidez.

A bola de pilates ajuda muito na prática dos exercícios
A bola de pilates ajuda muito na prática dos exercícios

Além disso, há muitos casos em que o pilates não é recomendado para gestantes, mesmo que elas já sejam adeptas. Veja quais são.

  • Disfunções cardíacas, como sopro, arritmia, infarto, Cateterismo, aterosclerose, por exemplo.
  • Disfunção Pulmonar restritiva. Trata-se de uma categoria de enfermidades respiratórias caracterizadas pela obstrução das vias aéreas.  Asma, bronquiectasias e bronquites são exemplos dessas doenças.
  • Disfunção placentária, também chamada de insuficiência placentária. É quando a placenta não se desenvolve corretamente.
  • Com histórico de gestações de risco
  • Sangramentos persistentes durante a gestação, devendo-se evitar quaisquer atividades físicas
  • Placenta prévia com 26 semanas de gestação, conhecida também como placenta baixa
  • Ruptura da membrana, o que significa um trabalho de parto prematuro
  • Pré – eclampsia ou hipertensão induzida
  • Histórico de abortos

Em qualquer um desses casos, e em uma gestação normal, é extremamente importante perguntar ao médico ginecologista e obstetra sobre a possibilidade de realizar exercícios físicos durante a gravidez. Ele dirá qual é o melhor modelo de atividade de acordo com o seu perfil.

Com que Frequência Fazer?

De acordo com os profissionais, uma vez por semana é uma frequência que já ajuda bastante no fortalecimento do corpo das gestantes.

Com recomendação médica, você pode também fazer até duas vezes na semana. Mas não é algo que seja necessário, pois o ideal é que combine uma vez de pilates com outras atividades físicas como a hidroginástica e a caminhada, por exemplo.

Dicas de Exercícios de Pilates

Depois de conferir as principais informações sobre pilates na gestação, você poderá conferir um tópico com diversas sugestões de posições.

Vale dizer que o pilates pode ser realizado com a ajuda da bola voltada para essa atividade, de aparelhos específicos ou somente utilizando o corpo.

As posições para as grávidas são bem versáteis, lembrando que é sempre recomendado contar com a ajuda de profissionais da área. Conheça algumas delas:

Em um local profissional você pode fazer exercícios em aparelhos
Em um local profissional você pode fazer exercícios em aparelhos
Um dos aparelhos de pilates
Um dos aparelhos de pilates
Pilates é excelente para fortalecer o corpo da gestante
Pilates é excelente para fortalecer o corpo da gestante
A postura da gestante ganha resistência com o pilates
A postura da gestante ganha resistência com o pilates
Elevação de pernas com bola
A gestante também pode fazer a elevação de pernas
Quatro apoios com bola de pilates
Quatro apoios com bola de pilates
Alongamento do corpo todo
Alongamento do corpo todo
pilates para grávidas
Exercícios leves já ajudam a gestante
Exercícios para gestante
Procure a orientação de um profissional de pilates
pilates na gestação
Apoie-se na bola para trabalhar o corpo
pilates na gestação
Dá também para usar pesinhos leves
pilates na gestação
Pilates só traz benefícios na gestação

pilates na gestação pilates na gestação pilates na gestação pilates na gestação pilates na gestação pilates na gestação pilates na gestação pilates na gestação pilates na gestação pilates na gestação

posição de pilates para gestantes
Esse é um exercício de força, que deve ser feito com o auxílio de um profissional
alongamentos com a bola de pilates
Os alongamentos com a bola de pilates ajudam na postura
exercício de postura para gestante
Outro exercício de postura para gestante
Ivete Sangalo recorreu ao pilates em sua gravidez
Ivete Sangalo recorreu ao pilates em sua gravidez
Ivete Sangalo em diversas posições de pilates na gestação
Ivete Sangalo em diversas posições de pilates na gestação
pilates na gestação
Alongue seu corpo com técnicas de pilates

Para você conhecer ainda mais sobre essa prática durante a gestação, selecionamos um vídeo bem bacana com uma aula para iniciantes. Assista:


E então gostou de conhecer mais sobre pilates para gestantes? Esperamos que sim! Aproveite as dicas e informações para se aperfeiçoar antes de engravidar e quando estiver grávida, converse com seu médico e veja se esse é um bom exercício para você.

Aproveite para ler também:

Exercícios para grávidas: mitos e verdades e passo a passo de exercícios!

6 Aplicativos de Gravidez Indispensáveis para Futuras Mamães e Bebês!

Volte mais vezes para conferir outros conteúdos sobre gravidez, maternidade e filhos. Até uma próxima!

Esta postagem Pilates para Gestantes: Pode Fazer? – Dicas e Exercícios Saudáveis! foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
https://soloinfantil.com/gestante/pilates-para-gestantes/feed/ 0
Melasma na Gravidez: O que é, Causas e Tratamento https://soloinfantil.com/gestante/melasma-na-gravidez-o-que-e-causas-e-tratamento/ https://soloinfantil.com/gestante/melasma-na-gravidez-o-que-e-causas-e-tratamento/#respond Tue, 16 Apr 2019 17:36:30 +0000 https://soloinfantil.com/?p=30795 o que é melasma na gravidez

Manchas escuras na pele são comuns no período de gestação. São conhecidas clinicamente como melasma na gravidez, um problema comum e compartilhado pelas mulheres grávidas de diferentes faixas etárias. Saiba mais sobre ele e como tratar e prevenir. Sobre Melasma na Gravidez As manchas na pele durante o período gestacional são apresentadas em mulheres de […]

Esta postagem Melasma na Gravidez: O que é, Causas e Tratamento foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
o que é melasma na gravidez

Manchas escuras na pele são comuns no período de gestação. São conhecidas clinicamente como melasma na gravidez, um problema comum e compartilhado pelas mulheres grávidas de diferentes faixas etárias. Saiba mais sobre ele e como tratar e prevenir.

o que é melasma na gravidez

Sobre Melasma na Gravidez

As manchas na pele durante o período gestacional são apresentadas em mulheres de diferentes faixas etárias. É considerado “um problema comum” a ser enfrentado e combatido durante o desenvolvimento da criança. A boa notícia é que entendendo mais sobre o assunto é possível prevenir e obter um melhoramento da pele no pés gestação.

O que é?

Melasma, também chamada de cloasma gravínio, é o termo médico para manchas na pele. Pode ser definido ainda como “mancha marrom” pelos dermatologistas ou escurecimento da pele em pontos específicos.

O melasma na gravidez pode surgir em diferentes partes do corpo. A região do rosto costuma ser a mais afetada mas não é a única. Nas áreas do mamilo, rosto e vulva, as manchas são bem comuns.

Em alguns casos surgem manchas novas. Contudo, é comum o escurecimento de sinais na pele ou manchas já pré existentes. Cicatrizes de cortes e feridas antigas, por exemplo.

causas do melasma na gravidez

Quais as causas?

Existem duas causas possíveis para o surgimento de melasma na gravidez: genética e hormônios. A pré disposição para o escurecimento na pele é o mais comum. Muitas mulheres infelizmente em contato direto com o sol são pré dispostas a terem manchas escuras. Uma dica: se sua mãe tem manchas escuras no rosto possivelmente você terá quando estiver grávida.

Já a questão hormonal é bem comum e infelizmente as gestantes não podem controlar. Durante a gravidez a futura mamãe produz uma série de hormônios em maior quantidade, causando com isso a concentração maior de melanina (pigmento responsável pela cor da pele).

O contato direto com o sol também é um dos causadores do melasma na gravidez através da estimulação melanócita, ou seja, maior produção de melanina quando em contato com os raios solares. Infelizmente evitar o contato com o sol não é uma opção para algumas, até porque a produção de vitamina D é muito importante nesta fase.

cuidados com melasma na gravidez

Melasma Some Sozinha?

Uma boa notícia para quem está com medo de ter manchas a vida toda: o melasma na gravidez pode desaparecer sozinho. Na maioria dos casos as manchas surgem durante o período gestacional e com o tempo e a renovação celular somem por completo.

O importante mesmo é ter um cuidado redobrado durante este período gestacional. Uma vez que a mancha escureça em demasiado por conta do sol ela não deve sumir por completo naturalmente. Ficarão resquícios mesmo com a renovação celular natural, sendo necessário então um tratamento.

 

dicas para tratar melasma na gravidez

Como Evitar?

A melhor forma de não permitir o surgimento de melasma na gravidez e qualquer outro tipo de mancha é o uso constante e diário do protetor solar. O produto vendido em farmácias e lojas de manipulação costuma ser a forma mais fácil e eficiente de evitar o contato do sol com a pele e assim o surgimento de manchas.

Contrariando alguns pensamentos populares o protetor solar não deve ser aplicado apenas na região do rosto. Ele deve ser aplicado em todo o corpo com raios solares diretos ou não como braços, pernas, pescoço, peito e nuca. Mesmo nos dias nublados a ação do sol pode afetar e causar melasma na gravidez.

Focando no rosto, um dos motivos de mulheres não usarem protetor solar é a comum ardência nos olhos por conta do protetor. O produto de fato é forte e quando o suor escorre pode causar ardência. Para evitar este problema procure nas farmácias e lojas especializadas por produtos específicos para o rosto. Alguns ainda deixam a pele uniforme com seu efeito base, escondendo manchas, cicatrizes e imperfeições.

tratamento de melasma na gravidezComo Tratar Melasma na Gravidez

Uma vez que as manchas já estão presentes na pele há algumas medidas a serem tomadas como tratamento para melasma na gravidez. São elas:

Creme esfoliante – a aplicação caseira de creme do tipo esfoliante com movimentos suaves estimula a renovação celular. Com isso a pele tende a clarear aos poucos em um processo delicado e completamente natural. Não é um processo rápido mas ajuda bastante com resultados a olhos vistos. O uso do esfoliante deve ser feito uma vez por semana ou a cada 15 dias.

Uso de ácido – a aplicação de ácido é restrita para o período pós gravidez pelos riscos do produto tanto para a gestação como na lactação. Contudo, é uma das formas mais eficientes de remover manchas na pele(antigas ou recentes). Ajuda na renovação celular e remove tanto manchas antigas como novas. Deve ser feito com acompanhamento com dermatologista e com produtos específicos com a compra apenas com receita médica.

Dermoabrasão mecânica – o nome é complexo mas não é difícil de entender. Este procedimento é feito por um dermatologista e consiste em remover com bisturi a parte da pele com as manchas. Neste caso a renovação celular é obrigatória através da cicatrização. A pele morta e com mancha é removida e com a criação de pele nova as manchas somem. O processo é lento com a exigência de muitos cuidados para evitar cicatrizes.

Pelling – este é outro tipo de limpeza de pele profunda responsável por estimular a renovação celular. É um dos métodos mais usados para quem quer se livrar de melasma na gravidez. A aplicação acontece em clínicas dermatológicas e de estética especializadas a cada 15 dias com movimentos suaves sem dor.

Esta postagem Melasma na Gravidez: O que é, Causas e Tratamento foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
https://soloinfantil.com/gestante/melasma-na-gravidez-o-que-e-causas-e-tratamento/feed/ 0
Diário de Gravidez – 29 Modelos Lindos & Dicas para Fazer o Seu! https://soloinfantil.com/gestante/diario-de-gravidez/ https://soloinfantil.com/gestante/diario-de-gravidez/#respond Fri, 15 Feb 2019 12:12:40 +0000 https://soloinfantil.com/?p=29478 modelos

Além do álbum do bebê, hoje em dia também existe o diário de gravidez, que é uma nova tendência entre as gestantes e é uma ótima maneira de registrar tudo sobre essa fase da vida da mulher. O diário de gravidez pode ser em diferentes estilos, como um modelo feito em vídeos, por um aplicativo […]

Esta postagem Diário de Gravidez – 29 Modelos Lindos & Dicas para Fazer o Seu! foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
modelos

Além do álbum do bebê, hoje em dia também existe o diário de gravidez, que é uma nova tendência entre as gestantes e é uma ótima maneira de registrar tudo sobre essa fase da vida da mulher.

O diário de gravidez pode ser em diferentes estilos, como um modelo feito em vídeos, por um aplicativo de celular, e até mesmo do modo mais tradicional, que é a versão escrita.

E se você ainda não está sabendo dessa tendência para as gestantes, no post explicamos o que é o diário de gravidez, como funciona, vantagens, e diversos modelos lindos para se inspirar e adotar durante o gravidez.

modelos

O que é Diário de Gravidez?

O diário de gravidez é uma espécie de registro para anotar tudo sobre a gestação, desde o momento em que descobriu a gravidez até o momento do parto, fazendo um registro completo de toda a gravidez.

Apesar de parecer algo direcionado apenas para a gestante, a ideia é de que o registro possa envolver os pais, assim o casal pode registrar juntos o dia de realização do teste de gravidez, os sintomas da gestação,  aquele desejo incomum, as idas aos médicos e todas as fases de desenvolvimento da gravidez.

o que é
O item é uma forma de registro de toda a gestação

A ideia desse registro é uma espécie de diário mesmo, onde as anotações devem ser feitas diariamente, apontando sentimentos internos e até mesmo mudanças físicas, seja no corpo da mulher ou no desenvolvimento da criança.

 

Como Funciona?

O diário de gravidez tem como ideia uma proposta de registro para guardar, assim como o álbum de bebê e tantas outras lembrancinhas que a família quer ter de recordação.

A ideia do registro é de fazer anotações diárias, assim a grávida pode se lembrar de tudo o que aconteceu e criar uma lembrança que a criança pode ler futuramente e saber como foi amada desde o início através das anotações dos pais.

O diário ainda funciona como uma agenda para a grávida, que pode anotar os próximos exames e até mesmo usar o item para planejar o chá de bebê.

Além de ser uma maneira de registrar as informações durante a fase de gravidez, alguns modelos prontos também podem trazer informações sobre cada fase da gestação, como tamanho do bebê, dicas para o parto, sintomas, entre outras informações que ajudam a grávida a entender melhor cada fase e se preparar para a chegada da criança.

Vantagens do Diário de Gravidez

Esse tipo de registro tem ganhado cada vez mais adeptas por ser um diário com muitas vantagens. E se você fica em dúvida sobre usar ou não esse item durante a gestação, reunimos diversas vantagens que vão te convencer a usar o diário de gestação.

  • Lembranças: uma das principais vantagens do diário de gravidez é o fato de ser um caderno de lembranças, onde traz os registros da gestação e que pode trazer fotos de ultrassom, o que torna o item uma lembrança da família.
  • Agenda: o registro ainda pode ter a funcionalidade de agenda para anotar futuras consultas, exames de pré-natal, além de ajudar na programação da grávida para organizar o chá de bebê, o enxoval e até mesmo o quartinho de bebê.
  • Registros de Informações Para o Médico: a ideia de anotar dia a dia as informações sobre a gestação ajudam na lembrança da grávida, e assim dá para buscar informações no diário para informar o médico sobre sintomas e dúvidas sobre a gestação.
  • Acompanhamento: o registro diário cria uma espécie de acompanhamento da gestação, e assim é possível saber como a criança está se desenvolvendo com o passar da gestação. Além de acompanhar o desenvolvimento da criança, o diário também pode trazer o acompanhamento da grávida, com registros relacionados a ganho de peso, resultados de exames e outras informações, que ajudam a mãe a cuidar da própria saúde.
  • Auxílio Emocional: muito além de ser apenas um registro, o diário pode funcionar como uma maneira de “descarregar” as emoções diárias vividas com a gravidez e com as alterações hormonais, aliviando assim o estresse e todas as emoções que podem fazer parte da gestação.

 

Fotos e Ideias de Diário de Gravidez

E para quem está pensando em comprar ou fazer o diário de gravidez, reunimos diferentes modelos e ideias para inspirar-se em como criar essa lembrança da fase de gestação.

modelo decorado

Uma das versões de diário para gestação é esse modelo estilo diário, que permite mudar as páginas de lugar a até mesmo adicionar mais folhas, o que deixa o modelo bem versátil para o uso no dia a dia.

O modelo é inspirado num trabalho DIY, tipo um scrapbook, e traz a capa decorada e temática para registrar a gestação.

As folhas que compõem o fichário são todas decoradas e trazem diversos temas, como folhas para registro de desejos, para detalhes e para registro mês a mês.

diário semanal

Outra versão para o diário de gravidez é esse modelo comprado pronto e que lembra uma agenda, onde as páginas são divididas por semana.

A cada página semanal há informações sobre aquela semana da gestação e informações sobre o bebê, preparando a mãe para a chegada da criança.

Nesse modelo, as páginas trazem alguns tópicos a serem respondidos semanalmente (energia, humor, apetite, desejos, náuseas, notas), o que ajuda a gestante a ter um registro comparativo para cada semana de gestação.

modelo DIY

Entre os modelos e detalhes que podem fazer parte desse registro, vale inspirar-se nesta ideia de um diário em estilo fichário que traz páginas especiais, como essa página que traz o exame de gravidez.

A ideia de fazer um diário personalizado é uma ótima inspiração para as grávidas que querem apostar num projetinho DIY, e terem um modelo único de diário para registro da gestação.

 

modelo personalizad
O modelo tem capa delicada

Como uma opção de modelo para o diário de gravidez, vale inspirar-se neste modelo personalizado com o nome do casal, o que faz o registro ser uma tarefa familiar.

O modelo estilo agenda é além de um simples diário, mas também funciona como manual para a gravidez, trazendo informações importantes sobre cada fase e que podem tirar as dúvidas dos pais.

 

página para diário
O modelo traz tópicos e perguntas a serem respondidas
dicas e modelos
O modelo traz páginas destinadas para registro trimestral
modelo de agenda
A página traz a opção de agenda para registrar o pré-natal
modelo rosa
O modelo tem capa rosa
modelo de capa
O modelo tem estampa fofa na capa

livro gravidez

modelo decorado
O modelo é repleto de páginas para diferentes informações
presente para gestante
O modelo tem decoração estilo artesanal
livro para mamães
O modelo é em estilo de livro
modelo bege
O modelo traz uma cegonha decorando a capa

dicas e ideias

estilo
O modelo é de cor neutra
modelo com manual
O modelo traz informações sobre a gestação no rodapé

modelo para gestantes

diário da mamãe
A capa foi decorada com o tema de gestação

modelo simples

dicas de páginas
A ideia dessa página é de registrar possíveis nomes e a escolha do nome
modelo de página
A página traz a opção de registro para o dia de descoberta do sexo do bebê

modelo criativo

 

 

Você já é adepta dessa tendência para gestantes? Se você já usou esse tipo de registro em uma gestação anterior ou pretende usar no futuro, conta aqui nos comentários o que acha dessa proposta de anotar as fases da gestação.

Esta postagem Diário de Gravidez – 29 Modelos Lindos & Dicas para Fazer o Seu! foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
https://soloinfantil.com/gestante/diario-de-gravidez/feed/ 0
Yoga para Gestantes – 7 Benefícios da Prática & Dicas de Exercícios! https://soloinfantil.com/gestante/yoga-para-gestantes/ https://soloinfantil.com/gestante/yoga-para-gestantes/#respond Wed, 02 Jan 2019 20:03:11 +0000 https://soloinfantil.com/?p=28200 A yoga oferece inúmeros benefícios para as gestantes

A yoga para gestantes está em voga atualmente. Os benefícios dessa modalidade para as mulheres grávidas se tornaram mais conhecidos – e não são poucos, não! Além disso, muitos profissionais têm se especializado para atender esse público. Por isso resolvemos escrever um post voltado para esse conjunto de técnicas milenares, que pode também ser realizado […]

Esta postagem Yoga para Gestantes – 7 Benefícios da Prática & Dicas de Exercícios! foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
A yoga oferece inúmeros benefícios para as gestantes

A yoga para gestantes está em voga atualmente. Os benefícios dessa modalidade para as mulheres grávidas se tornaram mais conhecidos – e não são poucos, não! Além disso, muitos profissionais têm se especializado para atender esse público.

A yoga para grávidas está na moda atualmente
A yoga para gestantes está na moda atualmente

Por isso resolvemos escrever um post voltado para esse conjunto de técnicas milenares, que pode também ser realizado por quem está esperando um bebê.

Se você está grávida ou conhece alguma mulher que está vai se surpreender com este conteúdo. Afinal, muito se fala sobre a indicação ou não de exercícios para gestantes, quais são as recomendações, os efeitos colaterais, os riscos, entre tantas outras informações.

Nesse sentido, reunimos as principais dúvidas que envolvem as posturas de yoga para gestantes. Acompanhe do começo ao fim para esclarecer questionamentos e conhecer, de fato, como essa prática pode interferir na gestação, bem como na saúde da mulher.

A yoga oferece inúmeros benefícios para as gestantes
A yoga oferece inúmeros benefícios para as gestantes

Yoga para Gestantes: Quais os Benefícios?

Primeiramente é preciso saber o que é Yoga. É um conjunto de conhecimentos que já possui mais de 5 mil anos de existência e possui origem hindu. Ele foi criado com o intuito de “integrar” a mente e o corpo, fazendo com que cada ser tome consciência de seus movimentos, de sua respiração, escolhas e ações.

Ao contrário do que muita gente pensa, a Yoga pode ser feita por todos, das crianças aos idosos, sem restrições. As grávidas também não ficam de fora, não. O que vai mudar de pessoa para pessoa é o nível de dificuldade dos exercícios realizados.

Quer mais qualidade de vida na gestação? Então aposte na yoga!
Quer mais qualidade de vida na gestação? Então aposte na yoga!

Felizmente há centenas de posturas que podem ser realizadas dentro das técnicas de Yoga. Muitas delas possuem um grau fácil e que, ainda assim conseguem garantir inúmeros benefícios para quem as faz.

As mulheres gestantes podem aproveitar as vantagens dessa prática em todo o ciclo de sua gravidez. Claro que em cada fase haverá posturas mais ou menos trabalhosas e aquelas que realmente não serão recomendadas por conta da barriga impedir os movimentos corretos, por exemplo.

Entre os principais benefícios da Yoga para gestantes estão:

  • Respiração: a Yoga ajuda a futura mamãe a coordenar melhor sua respiração, favorecendo a oxigenação perfeita tanto para ela quanto para o bebê que está no ventre. Lembrando que é muito comum que as gestantes sintam falta de ar, sobretudo na reta final da gravidez, então pode ser uma técnica para retomar o ciclo respiratório saudável, conferindo oxigênio para o sangue e para o cérebro.
  • Equilíbrio: isso é algo que todo mundo quer, não é mesmo? Imagine as gestantes, que naturalmente adquirem um misto de ansiedade, cabeça cheia de problemas, cansaço, oscilações de humor e alegria. Então é uma atividade incrível para manter o equilíbrio mental e físico em dia, ajudando a ficar bem tranquila para essa espera especial.
A mamãe e o bebê obtêm as vantagens das técnicas milenares da Yoga
A mamãe e o bebê obtêm as vantagens das técnicas milenares da Yoga
  • Períneo: o fortalecimento da musculatura do períneo é importantíssimo para qualquer gestante, sobretudo aquelas que pensam em fazer o parto normal. Quando se trabalha essa região com exercícios de fisioterapia, alongamentos, pilates, bem como yoga, consegue-se ter um parto muito mais tranquilo, com dores mais amenizadas.
  • Coluna: na questão física, não é só o períneo que se beneficia com a yoga, não. As grávidas também podem reduzir as dores e os incômodos que geralmente sofrem na coluna. Com o peso da barriga aumentando a cada mês, é comum que haja uma sobrecarga nas costas, por isso, é bacana buscar exercícios que alonguem essa região e tragam mais conforto.
  • Circulação: a circulação sanguínea também é afetada pelo excesso de peso e aumento da pressão arterial que atingem as gestantes. Por não poderem fazer exercícios físicos muito intensos, é preciso escolher alguma atividade para fazer a circulação ‘trabalhar’. A grávida vai ter menos desconfortos nas pernas, inchaço e varizes.
Beneficie seu corpo e a mente na gestação com a Yoga
Beneficie seu corpo e a mente na gestação com a Yoga
  • Mãe-bebê: pode parecer exagero, mas a yoga promove mudanças tão significativas que pode também fortalecer a conexão entre a mãe e o bebê quanto este ainda está no ventre. É uma forma de começar a construir esse elo lindo antes mesmo do pequeno nascer!
  • Relaxamento: Por fim, podemos citar o alto nível de relaxamento que a yoga é capaz de proporcionar à gestante. Com as posturas, as técnicas de respiração e a meditação incluídas nesses exercícios a mulher consegue se livrar do estresse do dia a dia e dormir melhor.

Esses são os benefícios mais visíveis proporcionados pela Yoga.

Vale lembrar que é possível praticar algumas posições mais simples em casa, porém, o mais indicado, de acordo com os especialistas, é encontrar um profissional que auxilie.

Atualmente existem diversas escolas de Yoga, bem como grupos que se encontram em parques e praças para praticar a atividade. Conte com a ajuda de quem tem credencial para ensinar as melhores posturas, as técnicas de respiração e as sequências que mais beneficiam a sua gestação.

Dicas de Exercícios para Gestantes

Você pode ver que a Yoga pode ser praticada por pessoas de todas as idades e até mesmo por grávidas. E além disso, essa prática dispõe de uma série de vantagens para as mulheres em fase de gestação.

Se você está grávida, recomendamos que consulte seu médico sobre praticar yoga nesse período. Ainda que seja uma atividade de grau muito mais leve que musculação ou uma luta, por exemplo, pode não ser indicada para todas as mulheres de forma igual.

Afinal, cada uma apresenta uma característica física, uma condição de saúde e uma necessidade. Há, inclusive, mulheres que precisam de repouso total durante a gravidez e qualquer esforço pode representar um risco ao desenvolvimento do feto.

Yoga para gestantes
O exercício de ponte é uma das posições que podem ser feitas paras as grávidas

Portanto: se você se interessa por yoga, primeiramente consulte seu ginecologista / obstetra. Ele poderá te dar mais detalhes de seu estado físico e orientar sobre o tipo de atividade física que pode realizar.

Quando estiver tudo ok, ou seja, estiver com todas recomendações médicas, é bacana que você procure uma escola credenciada ou um professor qualificado. Como falamos, atualmente os profissionais têm se especializado nessa técnica voltada especialmente para as gestantes.

Assim você garante aulas mais específicas para o seu biotipo, conquistando todos aqueles benefícios que citamos no tópico anterior!

Yoga para gestantes
Essa é uma postura para as mulheres que já estão acostumadas com alongamentos e exercícios físicos

Lembre-se que, ao mesmo tempo que você trabalha o equilíbrio deve-se tomar consciência de sua respiração. Inspire pelo nariz e solte pela boca lentamente enquanto realiza os exercícios, sempre respeitando os limites de seu corpo.

Caso sinta qualquer dor, bem como desconforto, palpitações, enfim, pare imediatamente com a atividade. E depois de parar, se continuar sentindo qualquer incômodo, consulte um médico. Todo cuidado é pouco durante a gestação.

Abaixo você pode ver uma imagem com diversas posições bem simples de fazer. Cada uma delas possui um objetivo diante da melhoria física e mental.

Ideias de exercícios de yoga para mulheres grávidas
Algumas ideias básicas de exercícios de yoga para gestantes

Abaixo você pode ver uma outra compilação de posturas. Algumas delas, no entanto, são indicadas para mulheres que já têm aptidão com essa prática e que também têm acompanhamento profissional.

Yoga para gestantes

Quer um exercício simples, mas que traz uma paz interior incrível? Então invista na meditação! Muitas sequências de Yoga contam com a meditação em algum momento, geralmente ao final das posturas mais práticas.

A saber, a meditação é uma ótima opção para qualquer gestante e necessita somente de um lugar silencioso e da concentração. De acordo com os especialistas, a faixa entre 4 e 6 horas da manhã é a ideal para meditar, pois a mente está fresca e livre de preocupações, além do silêncio estar mais presente.

Além disso, não é legal fazer meditação com o estômago cheio. Ou você a faz em jejum ou depois de 2 ou 3 horas após a refeição.

Yoga para gestantes
A meditação faz parte da Yoga e é excelente para proporcionar relaxamento às grávidas

Muitas pessoas preferem fazer os exercícios dentro de casa. Outras nas escolas, o que é uma boa opção para receber a orientação dos professores.

No entanto, a melhor experiência é praticar a Yoga ao ar livre. Se você tem essa oportunidade, experimente. Alguns grupos com instrutores de repente podem se reunir no parque de sua cidade, informe-se para aproveitar esses momentos em conexão com a natureza.

Yoga para gestantes
Que tal escolher um local ao ar livre para fazer exercícios relaxantes?
Yoga para gestantes
Posição para depois de muitos treinos de yoga

Abaixo você confere ainda outros tipos de posturas perfeitas para as mulheres grávidas.

Yoga para gestantes
A técnica hindu tem inúmeras posições
Yoga para gestantes
Você pode comprar as roupas especiais para fazer Yoga ou então usar peças confortáveis
Yoga para gestantes
Alongamento que ajuda na obtenção de equilíbrio físico e mental
Yoga para gestantes
Exercício inicial para a série de posturas de yoga
Yoga para gestantes
Postura que trabalha o fortalecimento na coluna e a lombar

Quer se aprofundar em yoga para gestantes? Então que tal conhecer um vídeo que selecionamos? Nele você pode ver como a Yoga consegue auxiliar no combate às dores do nervo ciático. A saber, esta é uma das dores mais incômodas para as gestantes.

Confira:


A Yoga para gestantes é realmente eficiente. No entanto, como falamos ao longo deste artigo, é imprescindível que você consulte seu médico antes de realizá-la, bem como qualquer outra atividade física.

Esperamos ter esclarecido dúvidas principais a respeito dessa prática. Aproveite também para ler outros posts relacionados. Por exemplo:

Exercícios para grávidas: mitos e verdades e passo a passo de exercícios!

Dieta para gestante: cardápios e dicas de alimentos que não podem faltar!

6 Dicas para Emagrecer na Gravidez Sem Prejudicar o Bebê

Volte mais vezes para conferir outros conteúdos. Até uma próxima!

Esta postagem Yoga para Gestantes – 7 Benefícios da Prática & Dicas de Exercícios! foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
https://soloinfantil.com/gestante/yoga-para-gestantes/feed/ 0
Cólica na Gravidez é Normal? – Causas, Riscos & O que Fazer p/ Aliviar! https://soloinfantil.com/gestante/colica-na-gravidez/ https://soloinfantil.com/gestante/colica-na-gravidez/#respond Mon, 22 Oct 2018 11:32:30 +0000 http://soloinfantil.com/?p=27030 Cólica na gravidez

Cólica na gravidez é um sintoma que assusta muitas mamães, principalmente as de primeira viagem. Sabemos que durante a gestação é necessário prestar muita a atenção nos sinais que o corpo dá para preservar tanto a saúde da mulher quanto a do bebê. Será que sentir cólica é normal? É um sinal de risco? É […]

Esta postagem Cólica na Gravidez é Normal? – Causas, Riscos & O que Fazer p/ Aliviar! foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
Cólica na gravidez

Cólica na gravidez é um sintoma que assusta muitas mamães, principalmente as de primeira viagem. Sabemos que durante a gestação é necessário prestar muita a atenção nos sinais que o corpo dá para preservar tanto a saúde da mulher quanto a do bebê.

Será que sentir cólica é normal? É um sinal de risco? É necessário tomar alguma medicamento? São muitas dúvidas que deixam as gestantes de cabelo em pé, por isso fizemos esse post sobre cólica na gravidez para tirar todas as suas dúvidas.

Sobre a Cólica na Gravidez

Durante a gestação o corpo da mulher passa por muitas transformações, afinal, há um bebezinho crescendo e se desenvolvendo num ritmo muito acelerado dentro na barriga. São tantas mudanças que fica difícil saber o que é normal ou não, além daquele medo de que aconteça algo com o bebê que toda mamãe sente.

É Normal?

A cólica na gravidez é mais comum do que se imagina e é considerado um dos sintomas da gestação. Com um bebê no útero as veias, os músculos e todos os outros tecidos estão sendo pressionados e com isso é comum sentir o desconforto.

Cólica na gravidez

Vale lembrar que a cólica na gravidez comum é um desconforto que geralmente mudando de posição passa. Se a dor for muito intensa ou associada a outros sintomas é indicado procurar o obstetra médico responsável pelo acompanhamento de pré natal.

Até a décima semana o corpo ainda está se adaptando para abrigar o feto, por isso nessa etapa as dores são mais constantes. A cólica também pode estar associada a problemas digestivos.

Quais as Possíveis Causas?

Os médicos não tem um consenso sobre o que causa cólica na gravidez porque na verdade podem ser muitos motivos diferentes. A principal causa nas mamães de primeira viagem é o aumento natural do útero conforme o bebê se desenvolve.

Cólica na gravidez

Quem já fez cirurgias no abdômen também pode sentir o incômodo por conta das aderências. Até mesmo outras cesarianas podem causar o sintoma.

Nos últimos meses a cólica pode ser causada pela movimentação do bebê no útero. Quanto mais ativo o bebê maior vai ser o desconforto.

A cólica intensa pode ser um sintoma de aborto espontâneo nas primeiras semanas de gestação. Isso acontece por conta de muito esforço físico, consumo de alguns tipo de chás e de medicações abortivas. Além disso, pode ser uma reação natural do organismo da mulher sem uma explicação evidente.

Dá para Prevenir?

Infelizmente é impossível prevenir o aparecimento de cólica na gravidez, mas há formas muito eficientes de tratar esse desconforto.

A dica é conversar com o seu médico e relatar tudo que está sentindo para que ele possa avaliar qual será a melhor conduta.

Cólica na gravidez

Devo Tomar Remédios?

Não é recomendado fazer a automedicação, principalmente na gestação. Muitos anti-inflamatórios e analgésicos podem fazer mal para o desenvolvimento do bebê, por conta disso só recorra a medicamentos no caso de recomendação médica, sempre respeitando a dosagem indicada.

Cólica na gravidez

Existe Algum Tipo de Risco?

Na maioria dos casos a cólica na gravidez não passa de um simples desconforto sem grandes riscos. O risco principal é quando a cólica está associada a outros sintomas, como corrimento.

Cólica na gravidez

A cólica em conjunto com corrimento vaginal pode indicar infecção de urina e outros problemas mais sérios, como infecção nas trompas e no útero.

Quem nunca teve infecção urinária pode confundir as dores na bexiga com cólica, por isso é necessário procurar um médico assim que aparecer o corrimento.

É raro a cólica estar associada ao aborto. Você deve ter um cuidado especial quando a cólico aumenta, a dor fica mais intensa, podendo ou não ter sangramento.

Em gestações com mais de 6 meses a cólica pode ser um sinal de parto prematuro. Em todos os casos que citamos procure o seu médico, cuidado nunca é demais.

Cólica muito forte nunca é normal, mesmo fora da gestação. A cólica intensa no período pré menstrual pode indicar problemas como endometriose, ováriospolicistícos, miomas, pólipos e outros tipos de infecções. Se você sempre sofreu com cólicas fortes é muito importante informar ao médico logo na primeira consulta do pré-natal.

Quando Procurar Ajuda Médica?

O acompanhamento do pré-natal é essencial, independente de sentir cólicas ou não. Se o incômodo for leve você pode deixar para tirar todas as dúvidas em sua próxima consulta.

No caso de sangramento, corrimento, dores intensas ou desconforto para urinar você deve procurar um médico com urgência.

A cólica na gravidez associada ao sangramento pode indicar uma gravidez tubária ou ectópica, como também é chamada. Nesse caso o feto se desenvolve fora no útero, nas trompas, o que causa cólicas, sangramento e aborto.

O descolamento ovular é quando o saco gestacional descola antes de completar 5 meses. Esse descolamento provoca um hematoma com sangue entre o saco e o útero. Ao fazer qualquer tipo de esforço a dor é intensa e está associada a cólica. O risco é de aborto, parto prematuro e descolamento na placenta, por isso é um caso que deve ser acompanhado de perto pelo médico.

O descolamento de placenta ocorre quanto a placenta se solta do útero seja por uma infecção ou por falta de circulação de sangue. A circulação de sangue pode ser cortada por conta de esforço físico, por isso a maior recomendação é o repouso absoluto. É o tipo de caso que pede intervenção médica para evitar um parto prematuro ou aborto.

Todo conhecimento relacionado a gestação é importante. Pensando nisso, preparamos um post com tudo sobre gravidez de risco. Aprenda o que é, como identificar e os principais cuidados que se deve ter durante a gestação!

Como Aliviar Cólica na Gravidez

Sim, é possível aliviar a cólica na gravidez. Muitas vezes basta mudar de posição que o desconforto some, se mesmo assim não sumir a dica é ficar de repouso.

É indicado evitar fazer esforços e consultar o médico sobre relações sexuais. Na verdade, qualquer atividade que exija demais do organismo é necessário ter a liberação do médico para garantir a segurança do bebê.

 

Cólica na gravidez: Como aliviar

O alongamento pode ajudar muito a aliviar a cólica na gravidez. Vale usar os batentes da porta para se esticar ou investir em aulas específicas de alongamento. Cólica na gravidez: Como aliviar

Um banho morno pode ajudar a mudar o desconforto passageiro, principalmente nos dias mais quentes do ano. Passar um hidratante também pode ajudar.

Cólica na gravidez: Como aliviar

Ainda tem dúvida sobre cólica na gravidez? Consultou seu médico? Deixe o seu comentário.

Esta postagem Cólica na Gravidez é Normal? – Causas, Riscos & O que Fazer p/ Aliviar! foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
https://soloinfantil.com/gestante/colica-na-gravidez/feed/ 0
Camisola Maternidade – 45 Modelos Super Lindos e Cheios de Conforto! https://soloinfantil.com/gestante/camisola-maternidade/ https://soloinfantil.com/gestante/camisola-maternidade/#respond Thu, 27 Sep 2018 03:28:57 +0000 http://soloinfantil.com/?p=25791 Camisola maternidade modelos

Está em dúvida sobre qual modelo de camisola maternidade comprar? A maternidade é um dos momentos mais aguardos por diversas mulheres. Por ser um momento tão especial é importante se atentar a cada detalhe desde a malinha do bebê até a mala da mãe com todos os itens indispensáveis como lingeries e a camisola maternidade para que […]

Esta postagem Camisola Maternidade – 45 Modelos Super Lindos e Cheios de Conforto! foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
Camisola maternidade modelos

Está em dúvida sobre qual modelo de camisola maternidade comprar? A maternidade é um dos momentos mais aguardos por diversas mulheres. Por ser um momento tão especial é importante se atentar a cada detalhe desde a malinha do bebê até a mala da mãe com todos os itens indispensáveis como lingeries e a camisola maternidade para que tudo saia conforme o que foi tão sonhado.

Por ser um momento tão delicado é muito importante que a mamãe esteja atenta e tenha as principais informações na hora de escolher o modelo de camisola maternidade perfeito.

A quem diga que essa é uma escolha delicada por grande parte dos modelos disponíveis nas lojas não terem muitos atrativos. Porém estamos aqui para mostrar que sim existem opções lindíssimas de camisola maternidade para as mamães que desejam uma opção confortável, mas que não deixe de valorizar sua beleza.

Quer se inspirar com dicas de ouro de modelos de camisola maternidade e ainda conferir as melhores opções de lojas para comprar? Nesse post você pode conferir tudo isso e estar pronta para fazer uma ótima escolha para esse momento tão lindo e especial.

Fotos e Modelos de Camisola Maternidade

É possível encontrar os mais variados modelos de camisola maternidade em lojas tanto virtuais quanto físicas. Aquela história do modelo longo e largo sem graça ficou para trás e agora é possível encontrar opções modernas e bonitas que além de confortáveis fazem com que a mamãe se sinta linda.

Quando o assunto é camisola maternidade podemos encontrar diversos modelos para agradar os mais variados gostos. Tem camisola curta, longa, com robe e muito mais.

Camisola maternidade modelos Camisola maternidade modelos Camisola maternidade modelos Camisola maternidade modelos Camisola maternidade modelos

Com Robe

A camisola maternidade com robe é super confortável para as mamães, principalmente nos horários de receber visitas. Toda família quer conhecer o novo integrante e uma camisola simples pode deixar a mulher desconfortável. Afinal queremos estar bonitas mesmo depois do parto.

Na hora de comprar você pode escolher o conjunto das duas peças e usar o robe apenas quando chegar alguém para visita.

Embora estejamos falando de camisola de maternidade essa peça também será muito usada em casa. Leva tempo até se acostumar com a nova rotina, além dos cuidados com os pontos. Assim a camisola facilita bastante e é confortável tanto para o inverno quanto para o verão. Quando chegar alguém você não precisa correr para se arrumar, basta colocar o robe por cima.

Camisola maternidade bege com robe Camisola maternidade branca com robe Camisola maternidade rosa com robe Camisola maternidade azul escuro com robe Camisola maternidade azul claro com robe

O cetim é um tecido super elegante com um brilho surpreendente. Nesse modelo de camisola maternidade que separamos o decote valoriza a região do busto e o comprimento mais curto é perfeito para mamães que terão o bebê em épocas com temperaturas mais elevadas. O robe com barrado de renda deixa o visual muito mais elegante deixando a mamãe pronta para receber visitas de amigos e parentes.

Plus Size

Quando falamos de camisola maternidade plus size muitas mulheres logo imaginam aqueles modelos antigos longos e super largos que não valorizam em nada a beleza da mulher. Porém com o passar do tempo surgiram novos modelos de camisolas bonitas e com diferentes detalhes que garantem a vaidade da mulher e total conforto para esse momento único e especial.

Atualmente é possível encontrar modelos de camisola plus size curta, longa, com renda, estampada entre outros.

Além do modelo que valoriza o corpo você deve pensar no conforto por exemplo, camisola mais justinha fica mais bonita, porém é mais difícil de tirar.

Para se inspirar a seguir separamos alguns modelos incríveis de camisola maternidade plus size. São opções lindas e super confortáveis.

 

Camisola maternidade plus size branca

Para as mamães que buscam um modelo de camisola maternidade plus size mais neutro, esse modelo que separamos pode ser uma ótima referência.. Esse é um modelo curto perfeito para os dias quentes de verão. A manga curta traz mais mobilidade para que a mamãe possa segurar o bebê. O caimento mais soltinho é perfeito para ficar confortável tanto durante o dia quanto na hora de dormir.
Camisola maternidade plus size com robe

Para as mamães que buscam um modelo de camisola maternidade plus size que possa ser usado a todo momento até mesmo para receber visitas, esse modelo com robe que separamos é lindo e super confortável. A renda da um toque delicado a peça e a cor remete a pureza desse momento tão especial vivido pela mamãe.Camisola maternidade plus size estilo camisetão

Para as mamães que desejam uma opção mais simples de camisola maternidade é possível encontrar modelos simples porém sem deixar de lado a beleza e feminilidade que toda mamãe deseja. Esse modelo que separamos é um ótimo exemplo de simplicidade, conforto e beleza. Essa é uma camisola larguinha, confortável com botões na frente que trazem um toque charmoso para a peça. Camisola maternidade plus size rosa

Se você busca um modelo de camisola mais delicado, esse modelo que separamos pode ser perfeito para você. O decote discreto traz um toque feminino e delicado para o visual deixando a mamãe linda e elegante.
Camisola maternidade plus size azul escuro

Se você deseja um modelo fofinho personalizado é possível comprar lindas camisolas estampadas com diferentes opções de estampas infantis como ursinho, elefantinho entre outros.

Longa

Os modelos de camisola maternidade longa são super confortáveis, mas ao mesmo tempo não deixam a elegância de lado. Uma das principais vantagens de optar por um modelo longo é a utilidade em épocas como o inverno, claro que esse modelo de camisola não é voltado apenas para o frio, existem opções super elegantes com fenda e manga curta perfeitos para dias com temperaturas altas.

Para se inspirar separamos a seguir modelos lindíssimos de camisola maternidade longa. São opções com diferentes modelos e cores para agradar os mais variados gostos.

 

Camisola maternidade longa rosa

Esse é um modelo de camisola que esbanja elegância. O elástico é um detalhe incrível nessa peça pois além de deixar a mamãe mais confortável quando for amamentar o bebê, também traz um realce incrível para a cintura e deixa a barriga muito mais bonita.Camisola maternidade longa listrada Camisola maternidade longa rosa claro Camisola maternidade longa preta Camisola maternidade longa preta e branca

Curta

A camisola maternidade curta é a pedida certa para mamães que buscam praticidade. Os modelos são lindos e combinam com mamães modernas e elegantes.

Se o seu bebê está previsto para nascer em época de calor a versão curta pode ser a melhor opção. Esse tipo de camisola é útil não só para usar na maternidade, mas também para usar em casa. Prefira os modelos mais soltinhos e com mangas curtas para enfrentar os dias mais quentes do ano.

Camisola maternidade curta com alcinha Camisola maternidade curta rosa Camisola maternidade curta estampada

Para as mamães que buscam uma opção de camisola confortável e moderna, esse modelo com casaquinho rosa pode ser uma ótima opção para se inspirar. A estampa é super elegante e traz um ar moderno para o visual. O tecido é molinho garantindo para a mamãe total liberdade de movimentos, com isso também facilitando a hora de amamentar o bebê. E o casaquinho é o que da o toque perfeito no look trazendo muito charme e suavidade.Camisola maternidade curta azul escuro Camisola maternidade curta azul claro

Azul

Camisola maternidade azul estampada Camisola maternidade azul com renda Camisola maternidade azul Camisola maternidade azul com manga longa Camisola maternidade azul claro

Rosa

Camisola maternidade rosa curta Camisola maternidade rosa com renda Camisola maternidade rosa com robe Camisola maternidade rosa longa Camisola maternidade rosa curta

Cinza

Camisola maternidade cinza com manga longa Camisola maternidade cinza curta Camisola maternidade cinza com renda Camisola maternidade cinza com alcinha Camisola maternidade cinza

Cetim

A camisola de cetim é uma das categorias mais elegantes e confortáveis. Os modelos e cores são lindos e deixam a mamãe com visual super delicado. Por ser um tecido muito sedoso o contato do bebê com ele durante a amamentação é confortável e não causa atrito.

Camisola maternidade de cetim branca

Camisola maternidade de cetim vinho Camisola maternidade de cetim lilás Camisola maternidade de cetim rosa Camisola maternidade de cetim vermelha

Onde Comprar: Dicas de Lojas e Preços

Agora que você já viu o tanto de opções lindíssimas de camisola maternidade que podem ser usadas nesse dia tão especial é importante saber onde encontrar opções tão lindas para comprar. A seguir separamos algumas das principais lojas onde é possível encontrar opções modernas, delicadas e super charmosas para essa data inesquecível.

Renner / Riachuelo / Marisa

As lojas Renner, Marisa e Riachuelo são algumas das melhores lojas onde é possível encontrar camisolas lindíssimas e com preços que cabem em todos os bolsos. Em qualquer uma das três lojas podemos encontrar modelos de camisola maternidade com preços que variam entre R$40 e R$300 reais.

Any Any

A Any Any é uma loja que está presente no mercado a quase 20 anos e vem conquistando o coração das mamães. Nessa loja é possível encontrar opções de camisola maternidade com preços a partir de R$100 reais.

Posthaus

A Posthaus é uma loja online conhecida por praticar preços baixos e principalmente por ter em seu catálogo todos os tamanhos. é uma das poucas lojas que realmente tem uma grande variedade de modelos de camisola maternidade para as mamães de tamanho plus size. Não pense que são camisolas da época da vovó ou que parece feita de cortina. São peças de estilo realmente moderno e que com certeza vão te deixar mais bonita nesse momento tão especial.

Gostou das nossas dicas de camisola maternidade? Já escolheu o seu modelo? Deixe seu comentário.

Esta postagem Camisola Maternidade – 45 Modelos Super Lindos e Cheios de Conforto! foi publicada primeiro em Solo Infantil.

]]>
https://soloinfantil.com/gestante/camisola-maternidade/feed/ 0