Viajar com Crianças – Tudo o que Você Precisa Saber Antes da Viagem!

Viajar sempre fez parte da rotina do casal, mas depois que os filhos nasceram as viagens ficaram mais espaçadas e o medo de passar perrengue na viagem é um dos motivos? Se você quer voltar a rotina de viajar, mas agora a família aumentou, é preciso seguir algumas dicas para viajar com crianças, assim dá para evitar todos os possíveis problemas.

Então, se você não quer passar perrengues para viajar com crianças, é bom ler todas as dicas antes de fechar a mala e garantir uma viagem tranquila em família!

dicas

 

Escolha do Destino

Assim como em qualquer outra viagem, a escolha do destino de férias é algo importante a ser decidido. E para viajar com crianças, a escolha deve ser ainda mais cautelosa.

para onde ir
Escolha destinos que sejam adequados para crianças

Com bebês e crianças pequenas, o destino de férias deve fornecer o mínimo de infraestrutura para tornar o dia a dia das férias mais prático. Afinal, não dá para programar um camping com muitas trilhas e aventuras com um bebê de colo né?!

Para as crianças mais crescidinhas, considere um destino que tenha programação também para a criançada, evitando que os pequenos fiquem entediados durante a viagem. Nesse caso, não é preciso escolher um destino exclusivamente infantil, como passeios que atendam apenas aos pequenos, mas não dá para incluir da lista um destino que faça com que as crianças curtam o local.

como escolher o destino

Hospedagem

Se antes você se hospedava em qualquer cantinho, afinal o que importava era ter uma cama para dormir; na viagem com as crianças, é preciso pensar em uma hospedagem que torne o dia a dia mais fácil.

Nesse caso, vale considerar dois tipos de hospedagem para viajar com crianças:

  • Aluguel de Temporada: esse tipo de hospedagem pode ser feito através de sites, como o Airbnb, onde é possível alugar uma casa ou apartamento no destino para ficar hospedado durante o tempo da viagem. A vantagem do aluguel de temporada é uma boa alternativa para viajar com crianças, já que é uma opção maior que um quarto de hotel, disponibilizando mais espaço para as crianças; oferece cozinha, o que permite preparar as comidinhas das crianças; e muitas vezes ainda pode sair mais barato que a hospedagem em um hotel. No entanto, ficar em uma casa de temporada traz a desvantagem de não ter os serviços oferecidos pelos hotéis, como limpeza e arrumação do quarto.
aluguel casa de temporada
O aluguel de uma casa pode deixar a família mais a vontade
  • Hotel: a estadia em hotel também é uma possibilidade para viajar com crianças, e muitos estabelecimentos oferecem sem custo adicional itens que facilitem a estadia com os pequenos, como berço, protetores de cama e até banheira infantil para a hora do banho do bebê. Além das facilidades oferecidas, a vantagem da hospedagem em hotel está no fato dos serviços oferecidos, como limpeza e café da manhã, tornando o dia a dia mais prático. Na escolha do hotel para hospedar-se com criança, vale considerar uma opção que tenha copa infantil – salinha que oferece algumas facilidades, como micro-ondas para esquentar um lanchinho ou mamadeira a qualquer hora; e até mesmo um playground, o que dá para garantir a diversão dos pequenos enquanto a família está no hotel.

hotel com criança

Vacinas

O programa de vacinação infantil é algo extremamente importante para garantir a saúde do bebê e da criança, e mesmo com todas as vacinas infantis em dia, é preciso verificar se o destino da viagem pede alguma vacina extra.

Ao escolher o destino para viajar com crianças, verifique se há exigência de alguma vacina que a criança ainda não tenha tomado. E o mesmo é válido para os adultos, afinal alguns destinos exigem vacinas específicas.

vacinas para viajar
Verifique se há exigências de vacinas para o destino escolhido

Além de verificar a necessidade de vacinas específicas para o destino, converse com o pediatra da criança e informe sobre a viagem, assim o médico pode fazer alguma indicação de vacinação especial para a viagem.

 

Viagem de Avião

Uma insegurança enorme entre as mães, é a viagem de avião com crianças, e apesar de parecer um bicho de sete cabeças, não é nada disso se tudo for bem programado.

viagem de avião

Para viajar de avião com as crianças, vamos às dicas essenciais para não enfrentar transtornos:

  • Idade Mínima:  para embarcar com um bebê, o tempo de vida mínimo exigido pelas companhias aéreas é de 7 dias de vida. No entanto, os médicos não recomendam que a primeira viagem de avião seja feita antes dos 2 meses, já que a criança estará exposta em um local com muitas pessoas de diferentes nacionalidades e regiões do país, e sem as primeiras vacinas. Sendo assim, o ideal é sempre pedir o aval do pediatra para realizar a primeira viagem em segurança.
  • Passagem Grátis: a maioria das companhias aéreas permitem que a criança até 2 anos incompletos faça a viagem sem pagar pela passagem aérea. Porém, nesses casos não há poltrona reservada para a criança, que deve viajar no colo dos pais; o que pode ser um pouco exaustivo para as viagens muito longas.
  • Poltrona para Crianças: a partir de 2 anos completos, a criança passa a pagar parte do valor da passagem aérea, e a porcentagem pode custar até 80% do valor total da passagem de um adulto. Esse valor é aplicado para crianças de 2 a 12 anos, e vai variar de acordo com cada cia aérea. A vantagem de pagar pela passagem é que a criança tem direito a uma poltrona para ela, e algumas companhias permitem levar na aeronave uma cadeirinha de carro, que pode ser usada na poltrona da criança para acomoda-la melhor, além de ser uma opção para usar no destino no deslocamento de carro.
  • Filas: um grande problema dos aeroportos são as imensas filas que vão desde o momento de despachar a bagagem até o último minuto, que é o de entrar na aeronave. No entanto, as mães com criança de colo têm preferência nas filas; assim dá para ser atendida com prioridade e evitar as longas e entediantes filas para crianças.
  • Bolsa de Brinquedos / Atividades: se até para nós adultos, o tempo de aeroporto e avião é entediante, para as crianças esse tempo parece ainda mais longo e chato. Por isso, leve na bagagem de mão uma bolsinha com alguns brinquedos e atividades (liga pontos, pintura, etc) para as crianças fazerem enquanto estão na espera de embarcar e até mesmo durante o voo.
dicas para avião
As atividades podem entreter a criança
  • Pressão no Ouvido: uma insegurança comum dos pais para viajar com crianças no avião é o momento da decolagem e do pouso, que podem causar pressão nos ouvidos. E para evitar esse tipo de problema nos pequenos, uma boa dica é que a mãe amamente as crianças durante esses momentos, já que a sucção evita a pressão nos ouvidos. Para as crianças que não mamam mais, vale dar água em um copinho especial com canudo ou coisa do tipo, evitando a pressão nos ouvidos.
  • Horário do Voo: para tornar a experiência tranquila na viagem de avião com crianças, uma boa dica é planejar o horário do voo. Para viagens longas, vale considerar voos noturnos, assim o voo coincide com o horário de dormir da criança, e o deslocamento não se torna “tãooo” longo para as crianças.
  • Conexões: para destinos que pedem conexões, planeje um bom intervalo de tempo – no mínimo 3 horas – entre um voo e outro, assim você evita correrias no aeroporto com as crianças. O espaço de tempo entre um voo e outro, permite desembarcar com tranquilidade, levar a criança ao banheiro, fazer um lanchinho, e tudo com tranquilidade até o tempo do próximo voo.
  • Escolha do Assento: na hora de marcar o assento do avião para viajar com crianças, considere um local de fácil acesso ao banheiro para levar os pequenos, e se possível pague um extra para uma poltrona com mais espaço, garantindo que a viagem seja confortável para a família toda. Não escolha os assentos da saída de emergência, pois crianças não podem viajar nesse local, o que pode causar transtorno para a realocação da família em outros assentos.
  • Despachar Carrinho ou Bebê Conforto:  para as crianças até 2 anos de idade, é comum que as companhias aéreas permitam levar um carrinho ou bebê conforto até a porta do avião, e na entrada o(a) comissário(a) de bordo recolhe o carrinho ou bebê conforto e despacha o item gratuitamente. No entanto, verifique sempre quais as regras da sua empresa aérea em relação a esse tipo de item.

 

Malas

Com o destino já definido, um ponto importante é arrumar as malas para viajar com crianças. E nesse caso, uma dica importantíssima é não exagerar no volume, afinal levar uma criança e malas imensas pode dificultar o deslocamento.

Para fazer a mala das crianças, vá separando as roupinhas para uso diário, de modo a montar os looks antes. Para acertar na mala,  verifique a temperatura do destino antes de arrumar as roupinhas, e inclua sempre um casaquinho extra, afinal o tempo sempre pode mudar.

mala infantil
Evite malas muito grandes e que possam dificultar o deslocamento

Além das roupas, acrescente também itens de higiene pessoal das crianças, como fraldas, mas não exagere na quantidade, já que isso pode ser comprado facilmente no destino. Outra dica importante é arrumar uma malinha de remédios que a criança costuma tomar, assim dá para ter os remédios indicados pelo pediatra e uma opção caso a criança fique com um resfriadinho ou febre durante a viagem.

 

Documentos

E o planejamento para viajar com crianças vai além de decidir o destino e arrumar as malas, mas também exige pensar na documentação exigida para cada tipo viagem.

Viagem Nacional / De Ônibus

A viagem de ônibus no território nacional não exige muitos documentos, e para o embarque de crianças (menores de 12 anos) acompanhadas de um dos responsáveis, é preciso apresentar RG ou certidão de nascimento original da criança, mais a documentação dos pais ou responsável legal.

Para um parente de até 3º grau que viajará como responsável da criança, como avós ou tios, é preciso além do documento da criança e do adulto, uma autorização registrada em cartório onde os pais autorizam a viagem.

No caso das crianças menores de 12 anos e que vão viajar sozinhas de ônibus, é necessário a apresentação do RG, e uma autorização dos pais ou responsáveis legais reconhecida em cartório. No caso de adolescentes maiores de 12 anos, não é necessário apresentar a autorização.

documentação
Verifique qual a exigência de documento de acordo com o destino

Viagem Internacional

Para as viagens internacionais de ônibus pela América do Sul, é exigido documento da criança e do responsável que a acompanha, e nos casos dos países do Mercosul, basta o uso de RG, dispensando o uso de passaportes.

No caso da viagens internacionais de avião, é preciso apresentar documento válido, seja RG para destinos do Mercosul, ou passaporte para outros destinos. Além disso, verifique se o destino exige visto, e nesse caso providencie o visto para a criança também. Para a viagem internacional de avião, os pais também devem portar os documentos necessários, como RG, passaporte e/ou visto.

Para a viagem internacional da criança com um parente que não sejam os pais ou responsáveis legais, além dos documentos, é exigido uma autorização reconhecida em cartório com a autorização de ambos os pais.

No caso da viagem ser com apenas um dos responsáveis, é obrigatória a apresentação de uma autorização registrada em cartório emitida pelo companheiro(a) permitindo a viagem da criança com apenas um dos responsáveis.

 

Seguro Viagem

É claro ninguém deseja um imprevisto durante a viagem, mas não é possível controlar isso, sendo assim, é melhor ser precavido para possíveis imprevisto.

Por isso, antes de viajar com crianças contrate um seguro viagem para o destino, assim dá para usar o seguro em casos  de emergência médica ou hospitalar, garantindo que tudo fique sob controle.

seguro viagem

Passeios

Para tornar a viagem em família agradável, programe com antecedência passeios que sejam agradáveis para as crianças e para os adultos.

Os passeios com crianças devem ser programados com pausas para descanso, respeitando sempre o limite dos pequenos para não causar exaustão e possíveis momentos de choro e frustração pelo cansaço excessivo.

Sendo assim, pesquise na internet e peça opiniões de conhecidos que já estiverem no destino escolhido quais os passeios legais para fazer em família.

 

Alimentação

Um fator importantíssimo durante a viagem com criança, é a alimentação, que não deve sair tão fora da rotina ao ponto de deixar a criança frustrada e irritada, o que pode causar momentos de choro e estresse.

Sendo assim, leve sempre na bolsa lanches para as crianças durante os passeios e deslocamento, o que é ideal para repor as energias e fazer um lanchinho em um local que não há nada que seja do paladar da criança ou até mesmo a inexistência de um restaurante.

lanches para crianças
Leve lanchinhos práticos na bolsa

 

 

 

Gostou das dicas? Se você já tem prática em arrumar a viagem em família, conta aqui nos comentários qual sua dica para que seja uma experiência deliciosa e sem perrengues viajando com os pequenos.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.