O que é Colostro? – Tire suas Dúvidas & Conheça Todos Seus Benefícios!

Logo após o nascimento, o bebê já pode (e deve) ser alimentado com o leite materno. Por pelo menos 3 dias seguidos, ele irá se nutrir do que chamamos de colostro, produzido pela própria mãe. Mas, afinal, o que é colostro?

Hoje vamos desvendar os principais tópicos a respeito do colostro, considerado a primeiro e a mais essencial fonte de nutrientes para qualquer pessoa que chega ao mundo.

Mamães, gestantes, mulheres que desejam gerar um filho, papais e demais interessados: fiquem de olho nesse artigo. Tire suas dúvidas sobre o colostro e conheça a importância de amamentar o bebê desde as primeiras horas de vida!

o que é colostro
Conheça aqui o que é colostro e outras informações

Sobre o Colostro Materno

De acordo com o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS),a recomendação é de que as mamães amamentem seus filhos com leite materno exclusivo e em livre demanda até os 6 meses de vida.

Isto é, até os 6 meses, o bebê só necessitará do leite produzido pela mãe. Ele será o alimento que suprirá a fome e a sede dele nesse período. Posteriormente, inicia-se a introdução alimentar, com papinhas e sopas salgadas, de frutas, bem como os sucos naturais.

De fato, do primeiro dia de vida até completar o sexto mês de vida, pode ter certeza de que seu bebê estará protegido e muito bem alimentado somente com o seu leite. A saber, muita dessa proteção vem do colostro. Conheça então o que é, quando é produzido, seus benefícios e mais!

O que é?

Muitas gestantes e pessoas interessadas em maternidade se perguntam o que é colostro. Esse nomezinho esquisito, que tanto é falado pelos médicos, mas que pouco é explicado de um modo geral.

O colostro é o primeiro alimento que o bebê irá receber. Ou seja, na mamada inicial, em suas primeiras horas de vida, ele já sugará um líquido espesso, amarelado e riquíssimo em nutrientes – trata-se do colostro.

características do colostro
Colostro: amarelado, espesso e cremoso

Segundo os especialistas, ele constitui toda a gama de nutrientes primordiais para o desenvolvimento saudável do recém-nascido. Em outras palavras, nele, o bebê encontrará proteínas, vitaminas, sais e minerais, e além disso, os agentes contra infecções de todos os tipos.

Durante 3 ou 4 dias, logo após seu nascimento, o bebê mamará somente o colostro. A princípio você pode pensar que é um período curto demais, e que ele não deve ser suficiente para suprir as demandas nutricionais do pequeno.

Mas estudos garantem o contrário: o colostro, nesses primeiros dias, mesmo que em pouca quantidade, garante a vitalidade do bebê. Ele crescerá com mais saúde, com menor chance de ter problemas corriqueiros da primeira infância, como infecções.

Quando é Produzido?

Em virtude de já estar pronto para a sucção, logo após o nascimento do bebê, o colostro é produzido antes mesmo do parto. Afinal, a natureza é perfeita, e atua de forma sistemática para garantir a vida.

Segundo alguns médicos, o colostro começa a se formar a partir do quarto mês de gestação – dizem que há mulheres que podem expelir o colostro ainda na gestação. Outros, indicam que o líquido é produzido somente algumas semanas antes do parto.

composição do colostro
A composição do colostro garante proteção vital para o bebê

De uma forma ou de outra, sabe-se que ele ganha a consistência necessária em uma fase anterior à chegada do bebê. Sendo assim, já estará disponível logo na primeira mamada, oferecendo todas aquelas calorias e os nutrientes.

Nutrientes componentes do colostro:

Proteínas

Vitaminas

Oligossacarídeos

Gorduras

A formação do colostro é condizente com aquilo que o bebê recém-nascido precisa. Ele é produzido em pouca quantidade, pois deve ser adequado ao tamanho do estômago do pequenino. Por isso, a mamãe pode ficar tranquila quanto à nutrição de seu filho nesses primeiros dias.

O colostro durará de 3 a 4 dias, e a partir daí, ocorrerá a subida do leite, que caracteriza a formação do leite de transição. Nos tópicos a seguir nós falaremos um pouquinho sobre cada fase do leite materno, para que você compreenda as diferenças entre as composições.

armazenar colostro
Mães que tiveram parto prematuro podem armazenar o colostro para alimentar seus bebês

Quais seus Principais Benefícios?

Do mesmo modo que o colostro fornece nutrientes e a caloria necessária para o bebê crescer e ganhar peso, disponibiliza muitos outros benefícios para sua saúde.

Concomitantemente à garantia do alimento, o recém-nascido se protegerá de diversas formas contra agentes externos e problemas oriundos em seu organismo.

Principais benefícios do colostro para seu bebê:

1 – Facilita a digestão

2 – Contribui para a maturação do trato gastrointestinal

3 – Possui efeito laxante, o que ajuda a expelir o mecônio

4 – Possui substâncias anti-inflamatórias e antimicrobianas

5 – Estabelece a imunidade do bebê

6 – Ativa os agentes imunológicos, protegendo o bebê contra inúmeras doenças, como:

– diarreias
– gripes e resfriados
– alergias

7 – Por ser tão poderoso, é considerado a primeira vacina do bebê

8 – Diminui o risco de icterícia

9 – Diminui o risco de mortalidade infantil

10 – Fortalece a relação entre a mãe e o bebê

11 – Está sempre disponível para o bebê

12 – É gratuito

 

Em outras palavras, utilizando termos mais técnicos, podemos dizer que o colostro é rico em glóbulos brancos, os responsáveis pela defesa do organismo contra vírus de bactérias.

Além disso, esse poderoso alimento ainda contém um anticorpo chamado imunoglobumina A (IgA). Ele atua contra micro-organismos que comumente atacam a mucosa da garganta, os pulmões e o sistema digestivo do bebê.

diferenças de coloração do colostro para os leites de transição e maduro
Veja as diferenças de coloração do colostro para os leites de transição e maduro

Algumas mamães podem ter dificuldades em amamentar seus bebês, sofrendo com rachaduras e sangramentos. Enquanto elas tentam alimentá-los com seu leite, é possível que saia o colostro concomitantemente com o sangue. A saber, isso não é prejudicial para o bebê. 

Sendo assim, a mamãe pode ainda proteger seu bebê contra todas as doenças e fortalecer seu desenvolvimento mesmo que seja mais difícil. Para cicatrizar as feridas, o médico poderá recomendar pomadas e o próprio leite para passar nos mamilos.

pega correta na amamentação
Pega correta na amamentação evita dores e rachaduras

Colostro X Leite: Qual a Diferença?

O colostro, como falamos anteriormente, é o primeiro alimento do bebê. É a primeira substância que será sugada pelo recém-nascido e que continuará sendo produzida por pelo menos 3 ou 4 dias seguidos.

Logo após esse período essencial para a manutenção da saúde do bebê, inicia-se a produção do leite de transição. Ele permanece amarelado, mas deixa de apresentar algumas características em sua composição.

Por exemplo: o leite de transição apresenta 3 vezes menos proteínas do que o colostro. Além disso, ele não possui oligossacarídeos. As diferenças é que esse leite já possui bem mais lactose e também mais gordura.

Conheça as diferenças entre o colostro, o leite de transição e o maduro
Conheça as diferenças entre o colostro, o leite de transição e o maduro

Passada essa fase intermediária, cerca de 15 dias após o parto, o organismo na mãe evolui para a produção do leite maduro. Se o colostro é espesso e cremoso, o leite maduro já possui um aspecto mais denso e a sua coloração branca.

A partir daí, a composição química do leite materno vai se alterar conforme a necessidade do bebê. O alimento se transformará em algo exclusivo e único, perfeito para criar o laço efetivo entre mãe e bebê, bem como desenvolver a saúde completa do pequeno.

Vale saber também que o colostro possui menor quantidade de carboidratos concentrados em comparação com o leite materno maduro.

Fortaleça a saúde de seu filho com a amamentação exclusiva até os 6 meses
Fortaleça a saúde de seu filho com a amamentação exclusiva até os 6 meses

Para complementar o seu conhecimento sobre o colostro, selecionamos um vídeo explicativo do canal Manual do Recém-Nascido. Confira as questões tratadas nele:


Esperamos que tenha compreendido o que é colostro e qual a sua importância para a saúde do bebê. Sem ele, a criança fica desprotegida contra uma série de doenças e, além disso, pode não alcançar o peso necessário de acordo com a sua idade.

Aproveite todas as informações trazidas nesse post para beneficiar seu bebê e fortalecer o vínculo maternal com ele. Continue acompanhando nossos artigos sobre o universo da maternidade. Até uma próxima!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.