Os 18 Primeiros Sintomas de Gravidez – Como Saber se Você está Grávida!

Não é só a menstruação atrasada que dá indício dos primeiros sintomas de gravidez. Há várias outras mudanças acontecendo no corpo que podem ser notadas antes mesmo da realização de exames e que podem indicar um baby a caminho.

E se você anda desconfiada de uma possível gravidez, mas ainda não fez os exames para confirmação, vamos a uma lista dos primeiros sintomas de gravidez, assim já dá para relacionar as mudanças que estão acontecendo no seu corpo com uma possível gestação.

sinais gestação
Os sintomas podem variar de uma gestação para outra

 

Primeiros Sintomas de Gravidez e Principais Sinais

Durante a gravidez dá para sentir algumas mudanças no corpo, que indicam os primeiros sintomas de gravidez.

Tais mudanças e alterações podem ser perceptíveis quando observamos os sinais do nosso próprio corpo. E se você anda desconfiada de uma possível gravidez, mas ainda têm dúvidas de quais os primeiros sinais, fizemos uma listinha do que observar.

principais sinais
A confirmação da gravidez deve ser feita através de um exame

 

Ah, e não é preciso ter todos os sintomas em um mesmo momento, é possível estar grávida tendo apenas uma ou outra variação, pois isso a indicação de realizar um teste de farmácia e/ou um exame laboratorial.

 

Atraso Menstrual

Não é segredo para ninguém que a menstruação atrasada é um dos primeiros sinais de uma gestação.

No entanto, o corrimento vaginal que ocorre no início da gestação pode levar muitas mulheres a confundirem com uma menstruação e não relacionarem o fato à gravidez.

A expectativa e ansiedade também podem gerar o atraso menstrual, causando dúvidas sobre uma possível gestação. Nesses casos, é preciso ficar atenta a outros sinais que o corpo dá e fazer um teste/ exame de gravidez.

 

Corrimento Vaginal

Durante os primeiros dias após a relação sexual desprotegida, pode ocorrer um sangramento vaginal, muitas vezes confundida com a menstruação.

Esse sangramento ocorre por conta da implantação do embrião na parede do ovário.

A diferença do corrimento vaginal com a menstruação, é que o corrimento pode ter um tom variado de rosa, ser menos intenso que a menstruação, espaçado e um pouquinho mais fluído, mas também pode conter resquícios de sangue.

 

Dores e Inchaço Abdominal

Durante o primeiro mês de gravidez é comum algumas mulheres relatarem dores similares a cólicas menstruais, e isso acontece pelo fato de que há aumento de fluxo sanguíneo na região pélvica e, uma vez que os hormônios estão agindo para preservar o embrião que está começando a se desenvolver.

dores abdominais
As dores abdominais podem ser confundidas com cólicas

Esse início da gestação também é marcado pelo inchaço abdominal, que acontece pelas variações e alterações pélvicas, aumentando o fluxo sanguíneo e adaptando o organismo e útero para o desenvolvimento da criança.

Por volta da 7ª semana de gestação, também é notável que a região abaixo do umbigo começa a ficar mais dura.

 

Seios Inchados e Sensíveis

Após a 6ª semana de gestação, um dos primeiros sintomas de gravidez é sensibilidade nos seios.

Com a produção de hormônios referente a gestação, os seios ficam inchados e mais sensíveis, dor bem similar com o período pré-menstrual, onde os seios ganham volume e ficam doloridos.

Além da dor e inchaço das mamas, também é possível sentir que os mamilos fiquem bem sensíveis.

 

Mudanças nos Seios

Outra mudança notória nos seios e que pode indicar os primeiros sintomas de gravidez é alteração da cor das aréolas e mamilos.

Essa alteração de cor acontece por conta da produção de hormônios relacionados a gestação, que agem nas células e acabam alterando a cor dos mamilos deixando-os mais escuros.

Além da alteração de cor dos mamilos, outra mudança que pode ocorrer nos seios, é que esses ficam mais macios e volumosos.

 

Aumento na Frequência Urinária

Se você bebe uma ingere uma quantidade média de líquido por dia, mas tem sentido mais vontade de fazer xixi ao longo do dia, ou até mesmo durante a noite, isso pode estar relacionado aos primeiros sintomas de gravidez.

O aumento na frequência urinária durante a gestação está ligada a diversos fatores, como:

  • Compressão da bexiga: como o embrião vai precisando cada vez mais de espaço para se desenvolver, o útero vai aumentando e consequentemente comprimindo a bexiga, que passa a ter menos capacidade reservatória, e assim surge a necessidade de ir mais vezes ao banheiro.
  • Aceleramento dos rins:  durante a gestação há aumento de líquido circulando pelo corpo, assim os rins aceleram o trabalho e passam a eliminar mais resíduos.

 

Modificação na Pele do Rosto

A produção de novos hormônios pode gerar diversos efeitos no corpo, e um desses efeitos é a pele mais oleosa e o aparecimento de acnes e espinhas no rosto.

E a acne na gestação não é um sintoma apenas do início da gravidez, já que a pele pode sofrer com as espinhas em qualquer momento da gravidez, uma vez que o corpo está produzindo constantemente novos hormônios.

 

Cansaço e Sono Frequente

Um sintoma recorrente nas mulheres grávidas é o sono e cansaço, mesmo que você ainda não tenha barrigão.

O sono e cansaço frequente entra na lista dos primeiros sintomas de gravidez, porque o corpo passa a produzir uma quantidade maior de hormônios, que pode deixar o organismo mais lento e causar a sonolência.

Outro fator está relacionado à queda na quantidade de açúcar no sangue, que deixa a mulher mais indisposta e sem energia.

sono gravidez

Náuseas, enjoos e vômitos

Difícil quem nunca assimilou um enjoo com uma gravidez, e essa correlação é frequente porque as náuseas e vômitos são os primeiros sintomas de gravidez.

A produção de hormônios está mais uma vez relacionada a esses sinais. Isso porque o corpo produz diversos hormônios relacionados ao desenvolvimento do feto, e que podem gerar mais saliva, que em excesso pode causar desconforto no estômago, levando aos enjoos e vômitos.

Os enjoos na gravidez costumam acontecer pela manhã, mas se a sensação for muito recorrente, assim como o vômito, é preciso ficar em alerta para o desenvolvimento de hiperêmese gravídica, que pode atingir 0,5% das mulheres, e que causa enjoos e vômitos constantes, e precisa de acompanhamento médico para não prejudicar o desenvolvimento do bebê.

 

Tontura e Dor de Cabeça

Dois sintomas bem comuns do início de uma gestação é a tontura e a dor de cabeça, que podem trazer muito incômodo a mulher.

A dor de cabeça na gravidez ocorre pela produção e alteração de hormônios, causando uma dor fraca e constante.

Já a tontura pode estar associada a queda de pressão arterial, queda de glicose no sangue e até mesmo a má alimentação, causada pelos enjoos e vômitos que acontecem no primeiro trimestre da gravidez.

 

Repulsa a Cheiros e Odores Fortes

Como a grávida já está mais propícia a náuseas e enjoos, é comum que entre os primeiros sintomas de gravidez apareça também a aversão a cheiros e odores, que podem causar enjoos na mulher.

O olfato alterado passa a sentir os cheiros com mais intensidade, e até mesmo o que antes era agradável para a grávida, pode passar a ser incômodo, como perfumes.

 

Variações de Humor

Nas primeiras semanas da gravidez a mulher pode ainda não ter a confirmação da gestação, mas um sinal que pode indicar a vinda do bebê é a alteração de humor.

Nessa fase, a mulher passa a ficar irritada com mais facilidade e muito mais sensível, podendo chorar de uma hora para outra.

Essa mudança de humor pode ocorrer de uma hora para outra e é bem notável no início da gestação.

 

Constipação Intestinal

A maior produção de progesterona durante a gravidez é um fator importante para deixar os tecidos do organismo mais “soltos”, facilitando a expansão do útero para o desenvolvimento do bebê.

No entanto, essa produção de progesterona também pode afetar o intestino que sofre redução em sua capacidade de contrair-se, e assim há maior dificuldade de manter a normalidade do trânsito intestinal, e causando a prisão de ventre e dificuldade da mulher de ir ao banheiro.

 

Barriga Inchada 

Sua barriga não vai inchar de uma hora para outra, como se já estivesse com um barrigão de grávida, mas quando o embrião começa a se desenvolver o corpo já emite sinais de há necessidade de expansão uterina, e assim há um inchaço na barriga para a acomodação do embrião e desenvolvimento do mesmo.

Esse inchaço não é tão evidente, mas você pode começar a sentir as calças e shorts mais apertadinhos.

 

Desejos Alimentares

Quem nunca brincou com um desejo alimentar ligando a situação ao fato de estar grávida?!

Essa correlação não é apenas uma brincadeira, pelo contrário é um dos primeiros sintomas de gravidez e pode estar relacionada a fatores como:

  • Fator hormonal:  a mistura de hormônios como HCG (gonadotrofina coriônica humana), progesterona e  hormônios que regulam as funções da gravidez, podem causar alterações no organismo, incluindo alterações no paladar da grávida, que passa a ter desejos de alimentos específicos.
  • Falta de nutrientes: como a mulher precisa de mais nutrientes para o desenvolvimento do feto, é comum que o organismo sofra da ausência de alguns nutrientes, e isso pode gerar desejos específicos, como a vontade de comer telha, que é oriunda da falta de ferro no sangue.

 

Alterações no Olfato e Paladar

A constante alteração hormonal é um dos fatores mais impactantes na gestante e pode refletir em diversos fatores, sendo um deles nas alterações de olfato e paladar.

alteração paladar e olfato

As alterações hormonais levam o olfato e paladar ficarem mais sensíveis, causando enjoos, náuseas e até desejos alimentares bem específicos, e alguns até peculiares.

 

Aumento de Gases

Com as alterações que o corpo feminino sofre durante a gestação, é comum que os primeiros sintomas de gravidez alterem bastante as atividades comuns do organismo.

E uma dessas alterações está no fato de que muitas mulheres no início da gestação sintam vontade com mais frequência de soltar gases. Isso mesmo, as mulheres grávidas podem ter um aumento de gases e soltar mais puns que o comum.

 

Câimbras

As câimbras também são sinais corriqueiros nas primeiras semanas de gestação.

Essas dores incômodas podem acontecer em diversas partes do corpo e estão relacionadas à mudança na maneira que o seu corpo processa o cálcio, ausência de determinados minerais no organismo, pressão sofrida pelos nervos e até mesmo por conta do aumento de peso.

 

Quando Surgem os Primeiros Sinais?

Após o sexo sem proteção é comum a dúvida sobre uma gravidez. E mesmo quem planeja um bebê tem dúvidas de quando o corpo começa a emitir os primeiros sinais e sintomas da gravidez.

Após o sexo ainda não dá para definir se houve ou não a fecundação óvulo pelo espermatozoide.  Ou seja, é preciso esperar alguns dias para ter os primeiros sinais de uma gestação.

Os primeiros sintomas de gravidez começam a ser notados quando o embrião implanta-se no útero, e isso pode acontecer de 1 a 2 semanas após a fertilização do óvulo, totalizando um tempo de 3 a 4 semanas após a relação sexual.

Ou seja, quando os primeiros sinais da gestação começam a apontar, é possível que você já esteja quase completando um mês de gravidez.

 

E apesar dessa listinha, a confirmação da gestação só pode ser dada após um exame laboratorial, assim você pode ter exatidão no resultado.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.