Como Acabar com Espinhas na Gravidez – Dicas & Como Tratar!

Durante a gestação ocorrem diversas mudanças no corpo e o aparecimento de espinhas na gravidez pode ser uma das mudanças notáveis e que pode trazer muito incômodo.

E se você vem sofrendo com espinhas na gravidez e quer entender mais sobre essa situação e porque do aparecimento, no post explicamos porque as espinhas aparecem durante esse momento, e ainda trouxemos dicas de como evitar e tratar.

espinhas na gravidez

Sobre as Espinhas na Gravidez

É Normal?

Se você nunca teve problemas com acnes e vem enfrentando a situação durante a gestação, saiba que o surgimento de espinhas na gravidez é normal.

O surgimento de espinhas durante a gestação costuma ocorrer com maior frequência nas regiões do rosto, colo e costas, locais em que a concentração de glândulas sebáceas é maior.

O aparecimento de espinhas pode começar no início da gravidez, quando hormônios como progesterona e estrogênio aumentam de níveis.

gravida com espinha

Quais as Causas?

As espinhas durante a gestação podem aparecer por conta das mudanças hormonais, circulação sanguínea, e pré-disposição a espinha.

O aumento dos níveis de estrogênio durante a gravidez pode aumentar a produção de uma substância rica em lipídios, conhecida como sebo, e consequentemente isso provoca a oleosidade da pele, o que pode acarretar em acnes.

A produção de glândulas sebáceas também pode ser influenciada pelo aumento no volume de sangue, que acontece durante a gravidez para atender as necessidades metabólicas do bebê.

Com o aumento do volume de sangue, há maior circulação nos vasos sanguíneos da gestante, o que pode aumentar as secreções e causar o aparecimento de espinhas.

As mulheres com pré-exposição a espinhas também podem estar mais sujeitas ao aparecimento das acnes na gravidez.

causas de espinha na gravidez

Como Evitar?

Para quem descobriu uma gravidez e já quer cuidar da pele para evitar o possível surgimento de espinhas, trouxemos algumas dicas que podem ser essenciais para evitar a acne na gestação.

  • Limpeza da pele diariamente para evitar oleosidade excessiva e possível formação de espinhas;
como evitar espinhas na gravidez
A limpeza da pele deve ser um hábito
  • Uso de produtos oil free, como protetores solares ou cremes hidratantes, ajudando no controle da oleosidade;
dicas para evitar espinha na gravidez
Os produtos oil free podem ajudar no controle da oleosidade
  • Cuidado com a exposição ao sol e aos e a radiação UV, que pode acelerar o desenvolvimento de espinhas;
  • Diminuição do consumo de alimentos que podem ser inflamatórios para a pele, como doces, carboidratos, leite e frituras;
  • Uso moderado de maquiagem e com remoção completa ao final do dia, evitando a obstrução dos poros;

dicas e cuidados com espinhas na gravidez

  • Alimentação preferencialmente com cereais integrais e ricos em ômega 3, que ajudam a diminuir possíveis inflamações da pele;

cuidados com espinhas na gestacao

  • Cuidado com a lavagem excessiva da pele para não remover totalmente a oleosidade natural e provocar a produção excessiva de oleosidade pelo corpo para compensar a remoção constante.

Como Tratar Espinhas na Gravidez

As espinhas durante a gestação podem causar bastante incômodo, não só pela estética, mas também porque as espinhas podem inflamar e causar desconforto.

A boa notícia é que após o parto e durante o período de amamentação a concentração de hormônios que podem causar espinhas caem, e a oleosidade também pode ficar controlada, o que pode diminuir consideravelmente as espinhas.

O tratamento de espinhas na gestação é recomendado para a casa de acnes intensas e deve ser feito com acompanhamento médico, que deve orientar produtos ou medicamentos que podem ser utilizados por grávidas.

A utilização de cremes, ácidos ou outros medicamentos pode ser prejudicial para a saúde do bebê, por isso, qualquer produto para combate das espinhas só deve ser utilizado com orientação médica.

Entre as restrições de produtos que não deve ser utilizados por grávidas para tratamento de espinhas estão o salicilatos, retinoides, isotretinoína e peelings químicos, que podem trazer riscos à gestação e saúde do bebê.

como tratar espinhas na gravidez
O tratamento deve ser feito com acompanhamento médico

 

Agora que você já entendeu mais sobre as mudanças hormonais e do organismo durante a gestação, não deixe de procurar um médico para a recomendação adequada de um tratamento que pode ser feito durante a gestação, cuidando da pele e garantindo a saúde do bebê.