Gripe na Gravidez – Como Prevenir, Sintomas & Tratamentos Eficazes!

A gripe costuma vir acompanha de mal estar e indisposição, e a gripe na gravidez costuma trazer ainda mais a sensação de mal estar. Mas será que ter gripe durante a gestação pode trazer riscos para a mãe ou para o bebê?

Essa é uma dúvida bastante comum entre as grávidas, mas não é a única dúvida acerca de gripe na gravidez. E para sanar as dúvidas das gestantes, no post respondemos às perguntas mais frequentes sobre gripe na gestação.

dicas e sintomas

Sobre a Gripe na Gravidez

É Comum?

Em alguns períodos do ano é mais comum a proliferação de vírus que causam gripes, como o período de outono e inverno, e as mulheres que estão em gestação nesse período podem estar mais propensas a ficarem gripadas.

Além disso, o sistema imunológico da grávida fica mais suprimido nessa fase, evitando a rejeição do feto pelo organismo. Sendo assim, a gestante fica mais vulnerável a infecções e possíveis resfriados.

dicas para gestantes
O sistema imunológico fica mais vulnerável durante a gestação

Quais os Principais Sintomas?

Os primeiros sinais de gripe durante a gravidez podem ser notados a partir de mal estar inicial, que pode ser mais intenso com a evolução da gripe. Os principais sintomas da gripe na gravidez são:

  • Congestão nasal;
  • Dores no corpo;
  • Variação febril em torno de 38º C ou mais, durante o período de uma semana;
  • Dor de cabeça.
sintomas
Os sintomas da gripe durante a gestação costumam ser os mesmos

A dor de garganta não costuma ser um sintoma de gripe, mas o incômodo na garganta pode ser um reflexo de irritação causada por tosse.

Quais as Possíveis Causas?

A causa da gripe durante a gestação está aliada a circulação de vírus causadores dessa doença, e às mudanças do corpo durante a gestação, que deixam o sistema imunológico mais vulnerável.

Desse modo, a mulher grávida está com o sistema imunológico menos fortalecido e a circulação do vírus da gripe pode atingir com mais facilidade esse grupo de pessoas.

 

Como Prevenir?

Com certeza você já ouviu falar sobre a vacina de gripe dada gratuitamente nos postos de saúde de todo o Brasil, e na fase de gestação as mulheres podem e devem se vacinar para prevenir as gripes durante essa fase.

Apesar de muitos mitos sobre a vacina da gripe, os médicos garantem que a vacina é segura para a mãe e para o bebê, evitando quadros mais graves de gripes durante a fase de gestação.

A vacina pode até trazer um pouco de mal estar, mas é apenas uma leve reação que traz dor de cabeça e coceira no local onde a vacina foi aplicada. Já os casos em que a vacina pode desencadear uma gripe, são apenas de 10%.

vacina da gripe para grávidas

A recomendação antes da gestante vacinar-se é ter orientação e indicação do médico que está acompanhando a gestação.

Além da prevenção com a vacina da gripe, outro método preventivo é a alimentação balanceada, evitando que o corpo fique com a imunidade baixa.

Para uma alimentação balanceada e rica em nutrientes, as gestantes devem ingerir legumes, verduras e frutas, e apostar principalmente nas frutas fontes de vitamina C, como laranja, acerola, e abacaxi, que ajudam a fortalecer o sistema imunológico.

alimentação gestantes
Os alimentos ricos em nutrientes devem fazer parte da alimentação das gestantes

A prevenção de gripe na gravidez também pode estar aliada a boas práticas de higiene, como lavar sempre as mãos, evitando que o vírus presente nas mãos seja levado em direção a boca e nariz. Além disso, evitar locais de muita aglomeração e sem circulação de ar.

dicas para prevenir

Devo Tomar Remédios?

A automedicação não é indicada em nenhuma fase da vida, mas durante a gestação o alerta é ainda maior.

Na lista do que grávida não pode fazer, a automedicação é um dos itens que deve ser seguido a risca; sendo assim os medicamentos para gripe na gravidez só devem ser tomados com orientação médica.

E nessa lista restrita de medicamentos para grávidas que estão gripadas, nem mesmo os descongestionantes devem ser usados sem orientação, pois as soluções têm efeitos colaterais.

Em geral, durante a gestação, os médicos receitam remédios a base de paracetamol, que ajudam a aliviar o mal estar causado pela gripe ou resfriado, mas sem interferir no desenvolvimento do bebê e na pressão arterial da gestante, mas esse tipo de remédio não deve ser tomado sem prescrição médica.

remédio gripe para gestantes
Gestantes só devem tomar remédios com orientação médica

Além disso, alguns médicos também indicam pastilhas de vitamina C, que ajudam no fortalecimento do sistema imunológico, evitando novas gripes.

 

Existem Riscos para o Bebê?

A gripe não traz grandes riscos para o bebê, que está protegido pelo útero da mãe; por isso não é necessário ficar em pânico aos primeiros sinais de um resfriado ou gripe na gravidez.

E apesar do bebê estar protegido da gripe, a gestante não pode ignorar a gripe, afinal o bem estar da mãe é essencial para manter o bebê saudável. Sendo assim, a gestante não deve parar de alimentar-se ou de beber água.

Sendo assim, não há sérios riscos, mas cuidar do seu bem estar vai garantir uma gestação mais tranquila, por isso não deixe de procurar um médico durante uma gripe na gestação.

 

Como Tratar Gripe na Gravidez

Para as grávidas que começaram a sentir os primeiros sinais da gripe na gravidez, a dica inicial é procurar pelo médico que está acompanhando a gestação para avaliação do estado de saúde da gestante e do grau evolutivo da gripe; e assim fazer a prescrição do medicamento adequado para cada caso.

Enquanto espera a consulta, algumas dicas caseiras podem ajudar a tratar a gripe na gravidez, entre elas:

  • Fazer inalação com soro fisiológico para ajudar a aliviar a congestão nasal;
  • Utilizar mel ou spray de própolis para aliviar a irritação na garganta;
  • Mantenha uma dieta balanceada com alimentos variados e ricos em nutrientes;

dicas para tratar

  • Hidrate-se bem bebendo muita água;
  • Repouse em uma posição confortável para aliviar os sintomas da gripe na gravidez;
  • Fazer chá de mel e limão, que ajudam a melhorar o sistema imunológico.

receita caseira

E mesmo seguindo os passos para tratar a gripe ou resfriado em casa, não ignore a ida ao médico para o quadro não evoluir para um pneumonia ou outras doenças, que podem ser prejudiciais para a saúde do bebê.

 

Agora é só cuidar da saúde e sempre manter o médico que acompanha a gestação atualizado.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.