Pilates para Gestantes: Pode Fazer? – Dicas e Exercícios Saudáveis!

O que os médicos acham de pilates para gestantes? Essa é uma atividade recomendada para mulheres que esperam um bebê? Se sim, há cuidados específicos, bem como limitações? Quais são as melhores posições?

Enfim, são muitos questionamentos que cercam a realização de atividades físicas por grávidas, principalmente o pilates, que está super na moda atualmente.

De maneira introdutória, podemos dizer que o Pilates consiste em um método criado por Joseph Pilates. Esse estudioso pensou em uma fórmula para trabalhar não só o corpo, mas também a mente.

posições de pilates na gestação
Joseph Pilates criou o método, que atualmente é queridinho das famosas!

Assim como o Yoga, sobre o qual já falamos por aqui, é quase que uma filosofia de vida. Seus princípios básicos são a concentração, centralização, respiração, fluidez, precisão e controle.

A centralização, a saber, trata-se de uma ativação do centro de força, ou seja, o power house: músculos abdominais, assoalho pélvico e músculos estabilizadores das costas. Todos esses são importantíssimos de serem trabalhados durante a gestação para se preparar para o parto.

Mas será que o pilates é mesmo uma prática indicada para mulheres gestantes? Estas podem realizar todos os exercícios componentes?

Para não restar dúvidas, acompanhe o presente artigo. Nós o elaboramos para que você saiba os benefícios reais dessa metodologia para o seu bem-estar mental e físico durante a gravidez, assim como as sugestões dos especialistas.

Confira com a gente e esteja preparada para ser uma gestante ativa e cheia de vitalidade para receber seu bebê!

posições de pilates na gestação
Fique por dentro de tudo que envolve o pilates para gestantes!

Sobre o Pilates para Gestantes

O pilates é um dos métodos de atividade física mais democráticos que existem. Segundo o Instituto Pilates, essa técnica pode ser aderida por praticamente todos os grupos de pessoas, dos adolescentes aos idosos.

Também pode ser adotada por gestantes, bem como pacientes em algum tipo de reabilitação, com limitações motoras ou desordens posturais. Ou seja, só não é indicada para o público infantil.

Através de seus princípios, o pilares leva o praticante a conquistar a saúde física ideal, unificando o bem-estar do corpo com o da mente.

De acordo com especialistas é a única metodologia que leva em conta o posicionamento pélvico (quadril) e cervical (região do pescoço) de forma completa, buscando incessantemente a estabilidade escápulo-torácica.

A saber, durante a gestação as mulheres sofrem alterações significativas não só hormonais. Ademais, elas apresentam modificações osteomusculares, cardiológicas, vasculares e respiratórias.

Em relação aos hormônios, pode-se citar 5 considerados mais importantes para o desenvolvimento do feto e da boa evolução da gestação e da saúde da mãe. Sendo eles:

  • progesterona e estrogênio, essenciais para condições ideais para a manutenção da gestação e crescimento do bebê
  • gonadotrofina coriônica e a somatomamotropina coriônica humana, que garantem a nutrição adequada do feto
  • relaxina, que dá mobilidade aos ligamentos que estabilizam as articulações
posições de pilates na gestação
Bem como o Yoga, o Pilates apresenta centenas de posições para você realizar!

Isto é, todos esses hormônios exercem uma função indispensável para que a futura mamãe prepare seu corpo para a hora do parto.

Juntos, eles ajudam a relaxar os ligamentos e articulações e assim “abrem o quadril”, permitindo que o bebê se encaixe e passe pelo canal vaginal sem maiores problemas. E para garantir toda a estabilidade necessária das articulações é preciso trabalhar a força muscular e postura correta.

E é aí que o Pilates se mostra tão importante! Além de fortalecer os músculos citados acima, ajuda a evitar dores e a má postura, sintomas que são sempre muito sentidos pelas gestantes.

posições de pilates na gestação

De fato, o pilates é um conjunto de exercícios que pode ser feito por grávidas desde o primeiro trimestre. Em cada fase, no entanto, é preciso ter certas precauções para não oferecer riscos nem para a mamãe nem para o bebê.

Atualmente há muitas escolas e academias que oferecem aulas de Pilates com profissionais qualificados. Pesquise um local que tenha recomendações, bem como o histórico do professor, e também faça uma aula teste antes de contratar.

Lembrando que posições simples de postura também podem ser feitas em casa mesmo ou em um parque, por exemplo. Mas não se atreva a fazer exercícios que exijam muitos cuidados sozinha!

Sempre conte com a ajuda de um especialista, até por que, com o barrigão você não terá muita mobilidade para fazer as posições sem auxílio.

Quais seus Benefícios?

Antes de falar sobre os benefícios do pilates para gestantes, é bacana citar as modificações ocorridas no corpo da mulher em cada trimestre da gravidez. Confira:

  • Primeiro trimestre: os sintomas são variados e intensos, dos enjoos às náuseas, do aumento das mamas à vontade de urinar.
  • Segundo trimestre: o centro de gravidade começa a ficar instável e se desloca para a frente conforme a barriga vai crescendo. Assim, é comum que ocorra um aumento da lordose e dores na região lombar.
  • Terceiro trimestre: além de dores nas costas, a mulher pode ter dificuldades para respirar, ficar cansada constantemente e perder ainda mais o equilíbrio. Os ligamentos da pelve ficam distendidos.

O pilates, a saber, em cada um um desses trimestres pode beneficiar a mulher de modos específicos, de acordo com as necessidades que ela tem.

Por conta do princípio da centralização, ou seja, a ativação dos músculos da Power House (centro de força do corpo composto por músculos abdominais, assoalho pélvico, músculos estabilizadores das costas) a gestante se beneficia imensamente para o momento tão aguardado do parto.

posições de pilates na gestação

A principal vantagem é o fortalecimento do assoalho pélvico, que consiste em um grupo de músculos responsáveis por sustentar o útero, a bexiga e o intestino.  Esse conjunto muscular é essencial para um parto mais natural possível e evitar incontinência urinária, assim como outros problemas que podem surgir após o nascimento do bebê.

A maioria das aulas de pilates para grávidas trabalham o assoalho pélvico o tempo todo, pois é o principal foco mesmo. Esses exercícios relaxam o períneo, ideal para quem visa fazer o parto vaginal sem que hajam lacerações, tampouco intervenções para que o bebê saia.

Outro benefício do Pilates para as futuras mamães é favorecer a mobilidade do quadril e sua abertura. Isso é trabalhado por meio de agachamentos, exercícios em cócoras e movimentos amplos de abdução das pernas.

Mas atenção: todos esses exercícios contribuem para o encaixe do bebê, mas não são garantia de que você fará o parto normal ou que não ocorram lacerações. Trata-se de uma técnica de profilaxia, que vai trabalhar o seu corpo, mas não modifica ações externas ou imprevistos.

posição de pilates na gestação

Resumindo: benefícios de pilates para gestantes

  • Fortalecimento do assoalho pélvico
  • Relaxamento do períneo
  • Alongamento da musculatura do abdômen, dos glúteos e da parte inferior das costas
  • Mobilidade e abertura do quadril
  • Maior sustentação da coluna vertebral
  • Menor sensação de desconforto
  • Diminuição do inchaço nas pernas
  • Evita dores nas costas
  • Bom condicionamento físico
  • Melhor controle de peso

Muitos, não é mesmo? Então o que está esperando para fortalecer todo o seu corpo com o pilates? Fique atento a seguir sobre as contraindicações e os possíveis riscos que a prática pode gerar.

Existem Riscos?

Que o pilates se tornou uma técnica extremamente famosa e apesar de gestantes poderem realizá-la, há determinadas ressalvas que merecem atenção.

Segundo o próprio criador da prática, Joseph Pilates, não é recomendado que mulheres gestantes iniciantes na atividade a utilizem durante a gestação.

Ou seja, se você nunca praticou Pilates, não é recomendado iniciar quando estiver grávida. De acordo com os especialistas, é indicado ter pelo menos 6 meses de prática para ter total segurança na realização das posturas de pilates na gravidez.

A bola de pilates ajuda muito na prática dos exercícios
A bola de pilates ajuda muito na prática dos exercícios

Além disso, há muitos casos em que o pilates não é recomendado para gestantes, mesmo que elas já sejam adeptas. Veja quais são.

  • Disfunções cardíacas, como sopro, arritmia, infarto, Cateterismo, aterosclerose, por exemplo.
  • Disfunção Pulmonar restritiva. Trata-se de uma categoria de enfermidades respiratórias caracterizadas pela obstrução das vias aéreas.  Asma, bronquiectasias e bronquites são exemplos dessas doenças.
  • Disfunção placentária, também chamada de insuficiência placentária. É quando a placenta não se desenvolve corretamente.
  • Com histórico de gestações de risco
  • Sangramentos persistentes durante a gestação, devendo-se evitar quaisquer atividades físicas
  • Placenta prévia com 26 semanas de gestação, conhecida também como placenta baixa
  • Ruptura da membrana, o que significa um trabalho de parto prematuro
  • Pré – eclampsia ou hipertensão induzida
  • Histórico de abortos

Em qualquer um desses casos, e em uma gestação normal, é extremamente importante perguntar ao médico ginecologista e obstetra sobre a possibilidade de realizar exercícios físicos durante a gravidez. Ele dirá qual é o melhor modelo de atividade de acordo com o seu perfil.

Com que Frequência Fazer?

De acordo com os profissionais, uma vez por semana é uma frequência que já ajuda bastante no fortalecimento do corpo das gestantes.

Com recomendação médica, você pode também fazer até duas vezes na semana. Mas não é algo que seja necessário, pois o ideal é que combine uma vez de pilates com outras atividades físicas como a hidroginástica e a caminhada, por exemplo.

Dicas de Exercícios de Pilates

Depois de conferir as principais informações sobre pilates na gestação, você poderá conferir um tópico com diversas sugestões de posições.

Vale dizer que o pilates pode ser realizado com a ajuda da bola voltada para essa atividade, de aparelhos específicos ou somente utilizando o corpo.

As posições para as grávidas são bem versáteis, lembrando que é sempre recomendado contar com a ajuda de profissionais da área. Conheça algumas delas:

Em um local profissional você pode fazer exercícios em aparelhos
Em um local profissional você pode fazer exercícios em aparelhos
Um dos aparelhos de pilates
Um dos aparelhos de pilates
Pilates é excelente para fortalecer o corpo da gestante
Pilates é excelente para fortalecer o corpo da gestante
A postura da gestante ganha resistência com o pilates
A postura da gestante ganha resistência com o pilates
Elevação de pernas com bola
A gestante também pode fazer a elevação de pernas
Quatro apoios com bola de pilates
Quatro apoios com bola de pilates
Alongamento do corpo todo
Alongamento do corpo todo
pilates para grávidas
Exercícios leves já ajudam a gestante
Exercícios para gestante
Procure a orientação de um profissional de pilates
pilates na gestação
Apoie-se na bola para trabalhar o corpo
pilates na gestação
Dá também para usar pesinhos leves
pilates na gestação
Pilates só traz benefícios na gestação

pilates na gestação pilates na gestação pilates na gestação pilates na gestação pilates na gestação pilates na gestação pilates na gestação pilates na gestação pilates na gestação pilates na gestação

posição de pilates para gestantes
Esse é um exercício de força, que deve ser feito com o auxílio de um profissional
alongamentos com a bola de pilates
Os alongamentos com a bola de pilates ajudam na postura
exercício de postura para gestante
Outro exercício de postura para gestante
Ivete Sangalo recorreu ao pilates em sua gravidez
Ivete Sangalo recorreu ao pilates em sua gravidez
Ivete Sangalo em diversas posições de pilates na gestação
Ivete Sangalo em diversas posições de pilates na gestação
pilates na gestação
Alongue seu corpo com técnicas de pilates

Para você conhecer ainda mais sobre essa prática durante a gestação, selecionamos um vídeo bem bacana com uma aula para iniciantes. Assista:


E então gostou de conhecer mais sobre pilates para gestantes? Esperamos que sim! Aproveite as dicas e informações para se aperfeiçoar antes de engravidar e quando estiver grávida, converse com seu médico e veja se esse é um bom exercício para você.

Aproveite para ler também:

Exercícios para grávidas: mitos e verdades e passo a passo de exercícios!

6 Aplicativos de Gravidez Indispensáveis para Futuras Mamães e Bebês!

Volte mais vezes para conferir outros conteúdos sobre gravidez, maternidade e filhos. Até uma próxima!