Ultrassom Obstétrico – As 10 Dúvidas Mais Frequentes!


O pré-natal é um período muito importante para as gestantes, pois envolve uma série de exames que acompanha a saúde da mãe e do bebê. E entre esses exames, um bem conhecido é o ultrassom obstétrico.

O ultrassom é um antigo exame conhecido pelas grávidas, e além de permitir descobrir o sexo do bebê, o exame vai muito além e é capaz de averiguar a saúde da gestante e o desenvolvimento do bebê.

E para você que ainda tem dúvidas sobre o ultrassom obstétrico, hoje o post traz perguntas e respostas para sanar qualquer dúvida e deixar o momento ainda mais especial.

o que é

O que é o Ultrassom Obstétrico?

O ultrassom obstétrico é um exame bem característico do pré-natal, pois é um exame de imagem que permite ver o bebê e permite que o médico consiga avaliar alguns pontos importantes do desenvolvimento da criança.

Como a gravidez é um período que requer cuidados, até mesmo os exames devem ser cuidadosos, e exames que emitem radiações não são nada recomendados nessa fase.

ultrassom abdominal

Na imagem, o ultrassom está sendo feito via abdominal

Por isso, surge o ultrassom como uma possibilidade sem riscos para avaliar a saúde da mãe e do bebê, emitindo imagens do feto e sua formação.

Para que Serve? Principais Utilidades

O exame pode ser repetido diversas vezes durante o período de gestação, e tem várias funções que giram em torno de monitorar a gravidez avaliando mãe e bebê.

Entre as principais utilidades e verificações que são feitas durante o ultrassom obstétrico estão:

  • Confirmação da gravidez através da presença de um embrião com vida;
  • Diagnósticos de anomalias congênitas no desenvolvimento do feto;
  • Verificar posição do bebê;
  • Averiguar a posição da placenta e presença do líquido amniótico;
  • Estimar idade gestacional e apontar período possível para o parto;
  • Verificar o bem-estar e desenvolvimento do feto;
  • Descobrir sexo do bebê;
  • Verificação de uma gravidez múltipla.

utilidades do ultrassom gravidez

Quanto Custa? Preços Estimados

O preço dos exames gestacionais pode variar bastante de um laboratório/ clínica para outro, mas a boa notícia é que o ultrassom obstétrico é um dos exames mais baratos do período de gravidez.

Em clínicas populares o preço do exame varia em torno de R$ 80, mas esse valor pode ultrapassar a casa dos R$ 300, dependendo do local onde é realizado.

Outro fator importante é a possibilidade de fazer esse exame através do SUS (Sistema Único de Saúde), e isso é possível para as gestantes que optaram por fazer o pré-natal na rede pública, o que garante o exame gratuito para as mulheres que passam por avaliação médica.

 

Quando Deve ser Feito?

O exame de ultrassom obstétrico não é a melhor maneira de identificar uma gravidez nas primeiras semanas, pelo contrário, essa técnica só deve ser feita a partir da 5ª semana de gestação.

Essa indicação de fazer o ultrassom depois de 5 semanas de gravidez é porque é a fase em que é possível ver alguma coisa. Nesse período é possível averiguar a presença de um saco gestacional e da vesícula vitelina, estrutura que garante a ida de nutrientes ao feto.

primeiro ultrassom

A imagem mostra os primeiros sinais da gravidez através do ultrassom

 

A presença e formação do embrião só é possível ser notada após a 6ª semana de gestação.

No geral, a indicação do exame de ultrassom obstétrico é indicado pelo médico que acompanha a gravidez a partir da 7ª semana, que é a fase que permite avaliar os primeiros dados do desenvolvimento do bebê.

No entanto, o primeiro ultrassom não precisa ser exatamente nesse período, e é o médico que vai indicar o melhor período para a realização do exame.

Como é o Feito o Primeiro Ultrassom do Bebê?

O primeiro ultrassom obstétrico costuma ser indicado ainda no início da gestação e após a 7ª semana. Isso determina que deve ser um exame via transvaginal.

ultrassom transvaginal

O exame de ultrassom via transvaginal ocorre até 12ª semana de gestação, e só depois é abdominal, quando já é possível ver o feto se formando.

A ultrassonografia transvaginal é a melhor opção para essa fase da gestação, pois permite melhor visualização, já que o embrião ainda tem torno de 5 mm.

Nesse exame é possível verificar e confirmar a gestação, averiguar se a gravidez está ocorrendo no útero ou nas trompas, confirmar se é uma gravidez de múltiplos e a formação deles, e acima de tudo ouvir os batimentos cardíacos do bebê, ou seja, essa será a primeira vez que você vai ouvir o coração do bebê batendo.

No entanto, não se assuste se você não conseguir ouvir os batimentos, isso só é possível a partir da 7ª semana de gravidez, e o exame é uma ótima maneira de estipular a idade gestacional.

 

Quando é Possível Saber o Sexo do Bebê?

O sexo do bebê é uma das maiores curiosidades dos pais e dos familiares, e para quem optou por não fazer o exame de sexagem fetal no início da gravidez (pode ser feito com 8 semanas de gestação), a próxima alternativa é o ultrassom obstétrico, um dos exames mais comuns para a confirmação do sexo do bebê.

Para ver se é menino ou menina durante o ultrassom, é preciso esperar por volta de 11 semanas, período em que o embrião tem os órgãos mais formados, e permite a visualização com mais exatidão da região da genitália.

Com 11 semanas a taxa de acerto do sexo do bebê é de 70%, já após o período de 13 semanas de gravidez a taxa de acerto é bem maior.

sexo do bebê ultrassom

O sexo do bebê pode ser melhor definido ao longo da gestação

 

No entanto, mesmo tendo a região da genitália mais formada e sendo possível a identificação do sexo, é preciso ter sorte em relação a posição do bebê para verificar se é menino ou menina.

Avaliação da Translucência Nucal

A translucência nucal (TN) muitas vezes é confundida com o ultrassom morfológico, mas ambos são diferentes, pois são realizados em períodos diferenciados da gestação e avaliam pontos diferentes do desenvolvimento do bebê.

A avaliação de TN é feita através do ultrassom obstétrico no período de 11 a 14 semanas de gestação, e nesse exame é feito um rastreio para identificar anomalias cromossômicas, que podem causar diversas síndromes, como a síndrome de Down.

Durante a ultrassonografia para averiguar a translucência nucal, é medido um espaço específico da nuca do bebê, que pode indicar alguma anomalia.

exame transluncência nucal

O exame é apenas uma forma de rastreio de anomalias, e não um diagnóstico

A ultrassonografia obstétrica é apenas uma maneira de rastrear indícios de medidas diferenciadas, que podem vir a indicar uma anomalia, mas não é um exame que define o diagnóstico.

Para dar mais exatidão, o médico pode pedir outros exames complementares, como um exame de sangue ou outros específicos, para verificar o desenvolvimento do bebê.

 

O que é Ultrassom Morfológico?

O exame de ultrassonografia morfológica é realizado na região abdominal através do uso de um gel e de aparelhos específicos, e costuma ocorrer no período de 18 a 24 semanas de gestação.

O exame de ultrassom com enfoque morfológico é uma das ultrassonografias mais demoradas, e nessa avaliação são verificadas várias estruturas do desenvolvimento do bebê, como – formação de órgãos digestivos e do cérebro, desenvolvimento dos membros e da face, localização da placenta, medição da cabeça, do fêmur e da circunferência abdominal. Ou seja, é uma verificação mais detalhada para verificar o desenvolvimento do bebê.

ultrassom morfológico

E apesar de ser mais um exame de ultrassom realizado durante a gestação, há diferenças entre o exame de ultrassom obstétrico e o morfológico, que podem ser vistos no quadro abaixo:

 Ultrassom ObstétricoUltrassom Morfológico
Período de RealizaçãoDurante toda a gestaçãoNo período de 18 a 24 semanas de gravidez
ObjetivosVerificação do desenvolvimento da criança, confirmação do sexo e ouvir batimentos cardíacosExame mais detalhado que avalia a anatomia e morfologia fetal, além de verificar indicadores para doenças genéticas
IndicaçãoPara todas as gestantes em diferentes períodos da gestaçãoPara todas as gestantes como uma triagem para verificar o desenvolvimento do bebê
Tempo de ExameDe 10 a 20 minutosDe 30 a 40 minutos

 

Quantas Ultrassonografias Obstétricas são Realizadas Durante a Gestação?

A quantidade de ultrassom obstétrico deve ser indicada pelo médico e pode variar de gravidez para gravidez e das condições existentes para a realização dos exames.

O comum é a realização de 3 a 4 ultrassonografias durante toda a gestação, onde cada exame acompanha um trimestre da gestação e a evolução e desenvolvimento do bebê.

 

Qual a Diferença de um Ultrassom Normal para o 3D e 4D?

O ultrassom normal é o exame realizado durante toda a gravidez, que visa acompanhar a saúde e desenvolvimento do bebê, gerando imagens em 2D.

Já a versão do exame em 3D gera imagens tridimensionais, que permite ver melhor o bebê e até dar um palpite com quem se parece mais, já que o rostinho tem formas mais definidas e mais fáceis de visualizar.

E a versão 4D que tem sido uma das queridinhas, é uma versão da ultrassonografia em 3D, mas em tempo real, que vai além das imagens e que permite ver as formas do bebê e ele se mexendo em tempo real.

As versões 3D e 4D não costuma ser indicações médicas, pois na ultrassonografia normal já é possível fazer as verificações essenciais do pré-natal, mas essas são versões que os pais mais gostam, pois conseguem ver a face do bebê com mais exatidão.

diferenças ultrassonografias

As imagens mostram ultrassom normal, 3D e 4D respectivamente

Agora é só manter a rotina de exames gestacionais em dia, e ter uma gravidez saudável e com um bom desenvolvimento para o bebê.



COMPARTILHE COM AMIGOS!

Mais Dicas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *