Cólica na Gravidez é Normal? – Causas, Riscos & O que Fazer p/ Aliviar!

Cólica na gravidez é um sintoma que assusta muitas mamães, principalmente as de primeira viagem. Sabemos que durante a gestação é necessário prestar muita a atenção nos sinais que o corpo dá para preservar tanto a saúde da mulher quanto a do bebê.

Será que sentir cólica é normal? É um sinal de risco? É necessário tomar alguma medicamento? São muitas dúvidas que deixam as gestantes de cabelo em pé, por isso fizemos esse post sobre cólica na gravidez para tirar todas as suas dúvidas.

Sobre a Cólica na Gravidez

Durante a gestação o corpo da mulher passa por muitas transformações, afinal, há um bebezinho crescendo e se desenvolvendo num ritmo muito acelerado dentro na barriga. São tantas mudanças que fica difícil saber o que é normal ou não, além daquele medo de que aconteça algo com o bebê que toda mamãe sente.

É Normal?

A cólica na gravidez é mais comum do que se imagina e é considerado um dos sintomas da gestação. Com um bebê no útero as veias, os músculos e todos os outros tecidos estão sendo pressionados e com isso é comum sentir o desconforto.

Cólica na gravidez

Vale lembrar que a cólica na gravidez comum é um desconforto que geralmente mudando de posição passa. Se a dor for muito intensa ou associada a outros sintomas é indicado procurar o obstetra médico responsável pelo acompanhamento de pré natal.

Até a décima semana o corpo ainda está se adaptando para abrigar o feto, por isso nessa etapa as dores são mais constantes. A cólica também pode estar associada a problemas digestivos.

Quais as Possíveis Causas?

Os médicos não tem um consenso sobre o que causa cólica na gravidez porque na verdade podem ser muitos motivos diferentes. A principal causa nas mamães de primeira viagem é o aumento natural do útero conforme o bebê se desenvolve.

Cólica na gravidez

Quem já fez cirurgias no abdômen também pode sentir o incômodo por conta das aderências. Até mesmo outras cesarianas podem causar o sintoma.

Nos últimos meses a cólica pode ser causada pela movimentação do bebê no útero. Quanto mais ativo o bebê maior vai ser o desconforto.

A cólica intensa pode ser um sintoma de aborto espontâneo nas primeiras semanas de gestação. Isso acontece por conta de muito esforço físico, consumo de alguns tipo de chás e de medicações abortivas. Além disso, pode ser uma reação natural do organismo da mulher sem uma explicação evidente.

Dá para Prevenir?

Infelizmente é impossível prevenir o aparecimento de cólica na gravidez, mas há formas muito eficientes de tratar esse desconforto.

A dica é conversar com o seu médico e relatar tudo que está sentindo para que ele possa avaliar qual será a melhor conduta.

Cólica na gravidez

Devo Tomar Remédios?

Não é recomendado fazer a automedicação, principalmente na gestação. Muitos anti-inflamatórios e analgésicos podem fazer mal para o desenvolvimento do bebê, por conta disso só recorra a medicamentos no caso de recomendação médica, sempre respeitando a dosagem indicada.

Cólica na gravidez

Existe Algum Tipo de Risco?

Na maioria dos casos a cólica na gravidez não passa de um simples desconforto sem grandes riscos. O risco principal é quando a cólica está associada a outros sintomas, como corrimento.

Cólica na gravidez

A cólica em conjunto com corrimento vaginal pode indicar infecção de urina e outros problemas mais sérios, como infecção nas trompas e no útero.

Quem nunca teve infecção urinária pode confundir as dores na bexiga com cólica, por isso é necessário procurar um médico assim que aparecer o corrimento.

É raro a cólica estar associada ao aborto. Você deve ter um cuidado especial quando a cólico aumenta, a dor fica mais intensa, podendo ou não ter sangramento.

Em gestações com mais de 6 meses a cólica pode ser um sinal de parto prematuro. Em todos os casos que citamos procure o seu médico, cuidado nunca é demais.

Cólica muito forte nunca é normal, mesmo fora da gestação. A cólica intensa no período pré menstrual pode indicar problemas como endometriose, ováriospolicistícos, miomas, pólipos e outros tipos de infecções. Se você sempre sofreu com cólicas fortes é muito importante informar ao médico logo na primeira consulta do pré-natal.

Quando Procurar Ajuda Médica?

O acompanhamento do pré-natal é essencial, independente de sentir cólicas ou não. Se o incômodo for leve você pode deixar para tirar todas as dúvidas em sua próxima consulta.

No caso de sangramento, corrimento, dores intensas ou desconforto para urinar você deve procurar um médico com urgência.

A cólica na gravidez associada ao sangramento pode indicar uma gravidez tubária ou ectópica, como também é chamada. Nesse caso o feto se desenvolve fora no útero, nas trompas, o que causa cólicas, sangramento e aborto.

O descolamento ovular é quando o saco gestacional descola antes de completar 5 meses. Esse descolamento provoca um hematoma com sangue entre o saco e o útero. Ao fazer qualquer tipo de esforço a dor é intensa e está associada a cólica. O risco é de aborto, parto prematuro e descolamento na placenta, por isso é um caso que deve ser acompanhado de perto pelo médico.

O descolamento de placenta ocorre quanto a placenta se solta do útero seja por uma infecção ou por falta de circulação de sangue. A circulação de sangue pode ser cortada por conta de esforço físico, por isso a maior recomendação é o repouso absoluto. É o tipo de caso que pede intervenção médica para evitar um parto prematuro ou aborto.

Todo conhecimento relacionado a gestação é importante. Pensando nisso, preparamos um post com tudo sobre gravidez de risco. Aprenda o que é, como identificar e os principais cuidados que se deve ter durante a gestação!

Como Aliviar Cólica na Gravidez

Sim, é possível aliviar a cólica na gravidez. Muitas vezes basta mudar de posição que o desconforto some, se mesmo assim não sumir a dica é ficar de repouso.

É indicado evitar fazer esforços e consultar o médico sobre relações sexuais. Na verdade, qualquer atividade que exija demais do organismo é necessário ter a liberação do médico para garantir a segurança do bebê.

 

Cólica na gravidez: Como aliviar

O alongamento pode ajudar muito a aliviar a cólica na gravidez. Vale usar os batentes da porta para se esticar ou investir em aulas específicas de alongamento. Cólica na gravidez: Como aliviar

Um banho morno pode ajudar a mudar o desconforto passageiro, principalmente nos dias mais quentes do ano. Passar um hidratante também pode ajudar.

Cólica na gravidez: Como aliviar

Ainda tem dúvida sobre cólica na gravidez? Consultou seu médico? Deixe o seu comentário.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.