Guia do【TRABALHO DE PARTO】ᐅ O que fazer | Sinais | Dicas

A gravidez é um momento muito esperado por muitas mulheres, e esse período pode vir recheado de surpresas, descobertas e muitas mudanças hormonais e no corpo; mas sem a dúvida a hora mais aguardada de todo esse momento é a chegada do bebê, e antes de ter a criança no colo, tem o trabalho de parto, momento que traz muitas dúvidas e pede preparação.

Então, se a barriga está crescendo e as semanas parecem estar passando mais rápidas do que você poderia imaginar, é hora de começar a se preparar para o trabalho de parto e tirar todas as suas dúvidas antes, assim você pode reconhecer os sinais que seu corpo envia e se sentir preparada para viver esse momento tão aguardado que é a chegada do bebê.

trabalho de parto

Sinais do trabalho de parto

Se você está grávida pela primeira vez é bem provável que fica se perguntando como vai saber se já está entrando em trabalho de parto; e essa é uma pergunta bastante comum entre as mamães de primeira viagem.

E a verdade é que o seu próprio corpo envia sinais de que você está prestes a trazer o bebê ao mundo. Para isso, reunimos dicas dos principais sinais que o corpo dá quando você está perto de dar à luz.

 

  • Dor na região lombar: quando o seu corpo está se preparando para dar à luz ao bebê, é possível que você comece a sentir uma dor na região lombar das costas, que pode se assemelhar como uma cólica menstrual ou até mesmo com uma cólica renal quando a dor passa a ficar mais intensa.
  • Tampão mucoso: algumas mulheres podem apresentar o sinal do tampão mucoso, que é responsável por cobrir o colo do útero e pode sair quando o trabalho de parto se inicia ou até mesmo 15 dias antes da chegada do bebê. A perda desse tampão caracteriza a saída de um muco grosso de cor amarelada ou marrom escuro, e ao sinal da saída do tampão é ideal avisar ao médico que está acompanhando a gravidez.
  • Rompimento da bolsa: uma característica bastante comum entre os sinais de que você está entrando em trabalho de parto é o rompimento da bolsa, que se caracteriza por um líquido que escorre pela vagina, e muitas vezes pode molhar a roupa ou até mesmo a cama, caso você esteja deitada. A sensação do rompimento da bolsa é de um líquido quente escorrendo pelas pernas e que pode ter um grande volume, chegando de 700 ml a 1 l de líquido. Ao sinal da bolsa estourando, não significa que o bebê nascerá logo em seguida, em alguns casos pode levar mais algumas horas após o rompimento da bolsa, por isso, o ideal é avisar ao médico que acompanha a gestação.
sinais do trabalho de parto
A bolsa estourando pode ser um sinal do início do trabalho de parto
  • Contrações: uma característica que marca o início do trabalho de parto são as contrações, mas lembre-se de diferenciá-las das contrações de treinamento, quando o corpo começa a se preparar para dar a luz, mas que acontecem bem antes das 40 semanas. As contrações do parto real são bem fáceis de reconhecerem e podem começar a partir da 36ª ou 37ª semana, e apresentam características ritmadas e dolorosas, lembrando uma forte dor na barriga que dura de 30 a 40 segundos. Nas contrações do parto real, um espaçamento entre uma contração e outra vai diminuindo, e quando o tempo for de 3 a 5 minutos entre uma contração e outra, é hora de ir para maternidade.
sintomas do trabalho de parto
As contrações vão ficando menos espaçadas com a evolução do trabalho de parto
  • Dilatação: a dilatação é um sinal de que a chegada do bebê pode estar próxima, mas esse sinal pode não ser reconhecido pelas gestantes, sendo assim, uma doula, obstetriz, ou profissional da área de saúde podem reconhecer o nível da dilatação. A dilatação é uma consequência das contrações, e em média a dilatação evolui em 1 cm por hora, chegando até 10 cm, o recomendado para o parto normal.

 

Vale lembrar que esse são os sinais que o corpo pode enviar, mas isso não significa que você irá sentir todos os sinais de uma só vez, e em alguns casos pode não haver alguns dos sinais e esse não é problema.

Trabalho de parto real ou falso – Como saber?

Você sabia que existe trabalho de parto real e falso?

O trabalho de parto falso, também denominado de pródromos, costumam trazer contrações que podem se arrastar por vários dias, mas essas contrações durante esse período não levam a dilatação progressiva do colo do útero, que é necessário para o nascimento do bebê.

diferença entre trabalho de parto real e falso

Assim, esse trabalho de parto falso pode caracterizar alguns sinais do corpo para o trabalho de parto real, que pode estar próximo, mas isso não significa que toda grávida passe por essa fase de pródromos.

Para diferenciar essas etapas da gestação e o trabalho de parto real e falso, vamos a algumas características desses momentos:

Trabalho de parto real Trabalho de parto falso
Contrações são reguladres e seguem um padrão constante e previsível Contrações irregulares e sem intervalos de tempo regulares
Contrações passam por 3 fases de progressão: progressivamente mais próximas; progressivamente mais longas; e progressivamente mais longas Contrações não apresentam progressão
Contrações começam a ser sentidas na região lombar e irradiam para a frente e na região inferior da virilha Contrações lembram um aperto geral na região do abdômen
Contrações não diminuem com mudança de posição ou  atividade Mudança de posição ou atividade podem cessar as contrações
Pode haver rompimento da bolsa A bolsa não rompe

O que é o pré-parto?

O pré-parto costuma acontecer com as mães de primeira viagem, primigestas, e acontece antes do nascimento do bebê e do trabalho de parto real, mostrando a preparação do corpo e ativação de hormônios que são essenciais para o momento de dar à luz.

O pré-parto se caracteriza quando o bebê começa a se mexer e coloca-se na posição ideal para o parto normal, e isso pode acontecer a partir da 35ª semana de gravidez, quando o bebê se volta para a parte de baixo da barriga, fazendo com que a pressão interna passe da região do diafragma para a região da bexiga.

o que é o pré parto
O pré-parto pode indicar a mudança de posição do bebê

Com essa mudança da posição do bebê, é comum que os sintomas de falta de ar sejam aliviados, mas a necessidade de ir ao banheiro se intensifica por conta da compreensão da região da bexiga.

Os sinais do pré-parto representam a preparação do corpo da mulher para o nascimento do bebê, e algumas características dessa fase são:

  • Cólicas é dores na região da virilha;
  • Picos e baixas de energia;
  • Muco vaginal em maior concentração e mais espesso;
  • Diarréia;
  • Expulsão do tampão mucoso.

Como acelerar e facilitar o trabalho de parto?

Na reta final da gravidez, a ansiedade começa a ser uma característica bastante frequente, além de noites de sono irregulares, maior cansaço e até mesmo dificuldade de se movimentar por conta do tamanho da barriga.

E todos esses sentimentos fazem com que o desejo pelo momento do parto chegue logo. Por isso, algumas dicas podem ajudar a posicionar o bebê e deixar o corpo preparado para o parto, fazendo com que o trabalho de parto seja mais rápido e até mesmo mais fácil.

  • Caminhada: Incluir caminhadas durante toda a gestação pode ser um grande auxílio para a fase final da gravidez, epode até mesmo ajudar na dilatação, fazendo com que o bebê se encaixe na pelve e facilite o momento do parto. No entanto, ao final da gravidez, não é indicado que a grávida faça caminhadas sozinha, uma vez que qualquer desequilíbrio pode causar quedas.
dicas para ajudar no trabalho de parto
A caminhada é uma prática indicada para toda a gestação
  • Exercícios: Os exercícios para grávidas podem fazer parte de todo o momento da gestação, claro, que com o aval médico. Entre as práticas mais recomendadas para gestantes, exercícios de pilates e yoga são bastante recomendados para ajudar na movimentação da grávida e também auxiliar no trabalho de parto.

exercícios que ajudam no trabalho de parto

  • Relação Sexual: Para essas grávidas que se sentem confortáveis em manter relações sexuais com o parceiro nafase final da gestação, o sexo é uma boa escolha para auxiliar no trabalho de parto, uma vez que a relação sexual estimula a produção de hormônios que podem fazer com que o colo do útero amoleça e acelere o trabalho de parto e o Nascimento do bebê. No entanto, esse amolecimento só acontece quando o corpo já está preparado para o parto, por isso , não se preocupe em ter relações sexuais durante toda a gravidez, exceto em casos de restrições e orientações médicas.
  • Fortalecimento do Assoalho Pélvico: Para se preparar para o trabalho de parto e acelerar esse momento, fortalecer a musculatura do assoalho pélvico é uma ótima prática, ajudando no momento do parto. Para o fortalecimento dessa região, é bastante indicado o exercício de kegel ou até mesmo exercícios com bola suíça, sob a orientação e acompanhamento de um profissional.

*Dica extra: para aliviar a dor intensa do trabalho de parto, um banho de água quente ou bolsa de água quente na região lombar podem aliviar as dores intensas.

dicas para facilitar o parto

Se você já passou por esse momento, compartilhe conosco quais foram os sinais que seu corpo enviou e como você se preparou para a chegada do bebê.